- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo África Burkina Faso: General Gilbert Diendéré rejeita acusações de golpe de Estado

Burkina Faso: General Gilbert Diendéré rejeita acusações de golpe de Estado

O general Gilbert Diendéré, um dos presumíveis cérebros do golpe de Estado de 2015 no Burkina Faso, declarou-se inocente diante da Justiça Militar.

“Não patrocinei, nem planifiquei, nem organizei, nem fiz o que chamam hoje de golpe de força”, declarou na segunda-feira, na cidade de Ouagadougou, no tribunal.

A comparência de Diendéré diante dos juízes era muito esperada pelos observadores e alguns dos seus co-acusados, que consideram que o general é o único capaz de explicar as razões desse golpe de força que derrubou efemeramente o regime de transição.

Na segunda-feira, várias pessoas rumaram para o rico bairro de Ouaga 2000, onde o julgamento decorre desde Fevereiro último. Mais de 70 pessoas já foram ouvidas pelos juízes.

Em causa está um golpe militar realizado no país nos dias 16 e 17 de Setembro de 2015, quando as Forças do Regimento Presidencial de Segurança (RSP, sigla em francês) invadiram a sede do Governo de Transição, em Ouagadougou, em plena reunião do Conselho de Ministros.

Os militares detiveram o Presidente Michel Kafando, o primeiro-ministro Yacouba Isaac Zida (ex-vice-comandante da RSP) e vários membros do Governo de transição, criado após a queda do regime de Blaise Compaoré (1987-2014). (Angop)

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.