- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo África Jornalistas tunisinos contra visita do príncipe herdeiro saudita ao seu país

Jornalistas tunisinos contra visita do príncipe herdeiro saudita ao seu país

O Sindicato Nacional de Jornalistas tunisinos endereçou uma carta aberta ao Presidente tunisino, Béji Caïd Essebsi, a manifestar a sua “recusa categórica” da anunciada visita do príncipe herdeiro saudita, Mohamed Ben Salman, à Tunísia.

O Sindicato considera, na sua carta, que esta visita é “uma provocação e uma agressão contra os princípios da nossa revolução”.

Os jornalistas tunisinos condenam esta visita do príncipe herdeiro saudita, por entenderem que ela constitui “uma ameaça à segurança e à paz na região e no mundo”, acrescentando que Ben Salman “é o verdadeiro inimigo da liberdade de expressão”.

O sindicato diz que ficou surpreso, tal como a maioria do povo tunisino, pela confirmação da visita do príncipe saudita à Tunísia, esta semana, como parte de um périplo “que tem como objectivo limpar o seu cadastro sangrento, na sequência do seu envolvimento em crimes horríveis que violam os direitos humanos”.

Segundo o sindicato dos jornalistas, a posição oficial da Tunísia “nunca foi neutra” nas políticas que existem na região árabe.

O príncipe herdeiro saudita, lembre-se, é acusado de envolvimento no assassinato do jornalista saudita Jamal Khashouggi, a 2 de Outubro último, no consulado saudita em Istambul, na Turquia. (Angop)

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.