- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo Lusófono Brasil Professor natural da Colômbia indicado como futuro ministro da Educação do Brasil

Professor natural da Colômbia indicado como futuro ministro da Educação do Brasil

O Presidente eleito do Brasil, Jair Bolsonaro, anunciou na quinta-feita, através da rede social Twitter, o professor e filósofo colombiano Ricardo Velez Rodriguez como futuro ministro da Educação.

“Gostaria de comunicar a todos a indicação de Ricardo Velez Rodriguez, filósofo autor de mais de 30 obras, atualmente professor emérito da Escola de Comando e Estado-Maior do Exército, para o cargo de ministro da Educação”, escreveu Bolsonaro.

Nascido em Bogotá, na Colômbia, Rodriguez é formado em Filosofia pela Universidade Pontifícia Javeriana e em Teologia pelo Seminário Conciliar de Bogotá. Atualmemte é docente associado da Universidade Federal de Juiz de Fora, no estado brasileiro de Minas Gerais.

O futuro ministro da Educação brasileiro é, também, autor da obra “A Grande Mentira. Lula e o Patrimonialismo Petista”, na qual tece críticas ao Partido dos Trabalhadores (PT).

Na sinopse do livro lê-se que “o PT conseguiu potencializar as raízes da violência, que já estavam presentes na formação patrimonialista” do Estado brasileiro “e que se reforçaram com o narcotráfico, mediante a disseminação, ao longo dos últimos 13 anos, de uma perniciosa ideologia que já vinha inspirando a ação política do Partido dos Trabalhadores, a ‘revolução cultural gramsciana'”, numa alusão a António Gramsci, comunista italiano.

No seu blogue, em 07 de novembro, Ricardo Velez Rodrigues já escrevia acerca da possibilidade de aceitar o convite de Bolsonaro.

“Aceitei a indicação movido unicamente por um motivo: tornar realidade, no terreno do MEC (Ministério da Educação), a proposta de governo exteriorizada pelo candidato Jair Bolsonaro, de ‘Mais Brasil, menos Brasília'”, disse.

O futuro chefe de Estado brasileiro já tinha afirmado que o ministro da Educação seria alguém com “autoridade”, capaz de entender que o Brasil é um país “conservador”. (Diário de Notícias)

por Lusa

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.