Ensa
Portal de Angola
Informação ao minuto

Presidente da República visita o Porto

PRESIDENTE VISITA INIAV EM PORTUGAL (FOTO: CLEMENTE)

O chefe de Estado angolano, João Lourenço, segue hoje para o Porto, onde será honrado com a chave da cidade e vai reunir-se com empresários portugueses e angolanos.

No local serão assinados acordos numa reunião entre delegações dos dois países, chefiadas pelo primeiro-ministro português, António Costa, e o Presidente angolano.

Há pouco tempo Portugal aumentou a linha de crédito para empresas portuguesas que investem em Angola de mil milhões para mil milhões e meio e assinou um acordo compacto com o Banco Africano de Desenvolvimento (BAD) para os países lusófonos em África, com Portugal a dar uma garantia de 400 milhões de euros.

O Presidente João Lourenço esteve no Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária para aprofundar a cooperação entre ambos os países no domínio agro-alimentar.

Os termos da cooperação entre Portugal e Angola na área agro-alimentar e florestal estão definidos no protocolo assinado pelos ministros da Agricultura de Angola de Portugal na sede do INIAV, em Fevereiro de 2017. Este protocolo abrange a área institucional e empresarial e foi complementado com a assinatura de um segundo, em Setembro, que aprova o Plano de Acção de 2019 a 2021.

No INIAV encontram-se em formação sete técnicos angolanos, três dos quais no Laboratório Nacional de Referências de Sanidade Vegetal, dois no de Sanidade Animal e dois doutorandos em Diagnósticos Laboratorial e agro-indústria.x

O engenheiro agrónomo angolano Nzengele Nzambi, um dos formandos, considerou uma honra o instituto receber a visita e disse ser legítimo o apelo do Presidente angolano.

“Ao recebermos a visita do Presidente angolano sentimos-nos mais motivados em frequentar a formação e, pelo pouco que nos disse, sentimo-nos encorajados a prosseguir. Deixamos o país por uma causa boa” – exaltou o técnico, secundado pela sua colega Helena Almeida.

Na quinta-feira, no início oficial da sua visita, João Lourenço esteve na Praça do Império, visitou o Mosteiro dos Jerónimos, monumento nacional português, e homenageou Luís Vaz de Camões, um dos maiores “símbolos” de Portugal.

O estadista angolano reuniu-se com o seu homólogo que o condecorou com Grande Colar da Ordem Dom Henrique, discursou na Assembleia da República e tornou-se “distinto” citadino de Lisboa ao receber a chave da cidade pelo presidente da Câmara Fernando Medina.

O presidente João Lourenço deixa sábado Portugal (Angop)

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »