- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Economia BPC apresenta novos serviços de crédito na Feira dos Municípios e Cidades

BPC apresenta novos serviços de crédito na Feira dos Municípios e Cidades

O Banco de Poupança e Crédito (BPC) apresentou hoje, em Benguela, o seu novo serviço de crédito, denominado Promoção do Empreendedorismo, na 3ª edição da Feira dos Municípios e Cidades de Angola (FMCA), no âmbito do apoio ao processo de diversificação da economia.

Ao que a Angop apurou, para este novo produto, o BPC tem disponível uma carteira total de 120 milhões de dólares norte-americanos, destinados ao sector produtivo em todo o país, com prioridade para Agropecuária, Indústria, Energia e Água e Pescas.

De acordo com a sub-gerente do Banco de Poupança e Crédito em Benguela, Elizandra Santos, a operação arrancou a partir do mês de Outubro, estando já disponível nas agências do BPC no país com o objectivo de reforçar a rentabilização dos negócios dos clientes do banco e assim alavancar a economia nacional.

A Feira dos Municípios e Cidades de Angola, em Benguela, serve igualmente de palco para apresentação de um outro projecto de concessão de crédito do BPC, o Mulher Empreendedora, para pequenas e médias empresas lideradas por mulheres nos ramos da Agricultura, Indústria, Energia e Águas e Pescas.

O BPC trouxe também a promoção de depósitos a prazo, cujas taxas variam de 9,5 por cento a 14 por cento, dependendo do montante aplicado, acrescentou a fonte.

Para este serviço, o valor mínimo é de cinquenta mil kwanzas, tendo como prazos seis meses e um ano respectivamente.

Já o Banco de Fomento Angola (BFA) levou como novidade para a terceira edição da FMCA o Fomento da Indústria, que tem como objectivo o financiamento de empresas, contribuindo deste modo no desenvolvimento da economia.

O crédito é concedido com base na avaliação dos projectos e vai de um a cinco a anos, segundo a gerente Vanuza Martins, acrescentando que as empresas que têm protocolo com o BFA beneficiam de taxas mais baixas, nomeadamente de 16 por cento, contra os 18,5 porcento que é o normal.

O Banco Angolano de Investimentos (BAI), por sua vez, trouxe para a feira o serviço de correspondência bancária, que está virado para as localidades onde a agência não se faz presente, como explica a directora do Gabinete de Desenvolvimento de Novos Negócios, Helena Faria.

Através dos governos provinciais, o BAI contrata empresários locais, a quem dá formação, para servirem à população com serviços do banco, nomeadamente a abertura de conta e depósito, independentemente do seu objecto social.

Além do Banco de Poupança e Crédito (BPC) e do Banco de Fomento Angola (BFA), estão presentes na feira o Banco Angolano de Investimentos (BAI), o Banco de Comércio e Indústria (BCI) e o Banco Comercial Angolano (BCA) que, à semelhança do que tem acontecido em eventos do género, procedem à abertura de contas bancárias a novos clientes. (Angop)

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.