- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Governos Provinciais Governo Provincial de Benguela Benguela é locomotiva para o desenvolvimento do país, diz Rui Falcão

Benguela é locomotiva para o desenvolvimento do país, diz Rui Falcão

O governador provincial de Benguela, Rui Falcão, afirmou nesta quarta-feira que esta província situada na região centro de Angola é uma locomotiva que vai conduzir o desenvolvimento do país, dadas as inúmeras oportunidades de investimento.

Ao intervir na abertura da terceira edição da Feira dos Municípios e Cidades de Angola (FMCA), Rui Falcão ressaltou a localização geográfica estratégica da província de Benguela, aliada ao seu reconhecido capital humano, como factores que fazem desta região, no litoral centro, motor do desenvolvimento de Angola.

O governante destacou, de igual forma, a capacidade desta província de se readaptar a cada momento a todas as circunstâncias, “por isso Benguela se reclama no dever de se constituir na locomotiva que levará Angola rumo ao desenvolvimento”.

Referindo-se à Feira dos Municípios e Cidades de Benguela, o governador Rui Falcão acentuou que este evento se traduz, no fundo, numa mostra fiel do real potencial do nosso país, ou seja, tudo quanto é possível produzir, mas também os valores intrínsecos da cultura.

É nesse contexto que o governador de Benguela agradeceu em nome do povo da província a participação de todos os 164 municípios e as 18 províncias do país, bem como a todas as entidades públicas e privadas que ajudaram a montar um “excelente cenário”.

Sob o lema “A vida faz-se nos municípios”, a Feira dos Municípios e Cidades de Angola é uma organização do Ministério da Administração do Território e Reforma do Estado em parceria com a empresa Spica, sendo que em simultâneo acontece entre os dias 22 e 23 a 6ª edição do Fórum dos Municípios e Cidades de Angola.

Nesta edição, que tem lugar no Estádio Nacional de Ombaka, participam os 164 municípios de Angola. A estes, juntam-se 18 Governos Provinciais, seis Ministérios, nomeadamente da Administração do Território e Reforma do Estado, do Comércio, do Ambiente, das Finanças, da Administração Pública Trabalho e Segurança Social, da Indústria, 65 empresas, perfazendo 253 expositores, distribuídos pelos pavilhões 0, 1, 2 e 3, numa área bruta de seis mil e quinhentos metros quadrados.

Divulgar as potencialidades para o desenvolvimento económico e social dos municípios e cidades, dar a conhecer os principais aspectos culturais e criar um espaço permanente de diálogo e debate com os órgãos da administração local do Estado são outros objectivos da FMCA. (Angop)

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.