Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Director do SIC admite existência de tráfico de seres humanos no país

Duas crianças, de nacionalidade angolana, vítimas do tráfico de seres humanos, com identidades não reveladas, foram abandonadas em França, por desconhecidos.

Numa comunicação feita na terça-feira, à Angop, via WhatsApp, a partir dos Emirados Árabes Unidos, o director-geral do Serviço de Investigação Criminal (SIC), comissário Eugénio Pedro Alexandre, disse que as autoridades de França já notificaram Angola sobre o facto.

Sem avançar pormenores, Eugénio Alexandre, que fa-lava à margem da 87ª Assembleia-geral da Interpol, garantiu que o SIC está a desenvolver acções no sentido de localizar os pais das crianças e organizar o regresso a Angola.

“O tráfico de seres humanos é uma realidade no país, não digo que houve uma onda (…), nos últimos dias tivemos um caso em que cidadãos menores foram raptados da província do Uíge para o Cuanza-Norte”, admitiu.
Em relação ao caso, prosseguiu, foram detidos quatro cidadãos, dos quais um estrangeiro, pertencentes a uma rede, incluindo o seu principal autor material.

O oficial comissário disse que há outros casos de tráfico de seres humanos, a partir das províncias da Huíla, Namibe e Cunene, para a República da Namíbia, para serem usados como mão-de-obra barata.

Na sua opinião, a eleição de Angola para o cargo de delegado para África da Interpol representa algumas vantagens para o país, porque permite que os crimes transnacionais e organizados sejam rapidamente prevenidos ou desmantelados.

A 87ª reunião da assembleia geral da Organização Internacional de Polícia Criminal (Interpol), que hoje encerra, vai ficar marcada com a eleição do delegado do Comité Executivo para o continente africano, em que Angola concorre com o sub-comissário de investigação criminal Destino Pedro. (Jornal de Angola)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »