- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo África Naufrágio faz desaparecer 22 migrantes em Marrocos

Naufrágio faz desaparecer 22 migrantes em Marrocos

Pelo menos 22 migrantes estão desaparecidos em Tiznit, Sul de Marrocos, fruto do naufrágio da embarcação que os transportava, noticiou domingo a agência de imprensa oficial MAP.

Outras três pessoas conseguiram chegar até a praia, à nado, indicou a agência, sem detalhar a nacionalidade dos desaparecidos.

Segundo a imprensa local, o barco de fabrico artesanal parecia dirigir-se para as Ilhas Canárias, situadas a cerca de 100 quilómetros da costa marroquina.

Em meados dos anos 2000 as Ilhas Canárias eram um dos principais destinos das rotas de imigração ilegal para a Europa.

Actualmente a maioria dos migrantes que querem chegar a Espanha navegam pelo Mediterrâneo ocidental, na altura do estreito de Gibraltar.

Também são frequentes as tentativas de chegar, por terra ou por mar, a Ceuta e Melilla, dois enclaves espanhóis no norte do Marrocos, na costa mediterrânea.

Entre Janeiro e Setembro as autoridades marroquinas frustraram 68.000 tentativas de imigração clandestina e desmantelaram 122 “redes criminosas activas”, segundo um balanço oficial.

Dados da OIM referem que em 2018, mais acima de 50 mil migrantes chegaram a Espanha por via marítima, e outros 566 morreram ou estão desaparecidos, muitos deles idos de países africanos. (Angop)

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.