- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo Lusófono Moçambique Construções em oleodutos preocupam líderes comunitários de Manica e Sofala

Construções em oleodutos preocupam líderes comunitários de Manica e Sofala

Líderes comunitários das províncias de Manica e Sofala, mostraram recentemente a sua preocupação face às construções próximo de oleodutos, uma situação que coloca em risco a vida de pessoas.

É que, tornou-se claro que algumas pessoas estão a perder a noção de perigo ao construírem suas moradias ao longo das vias férreas e oleodutos, a exemplo de Pipeline que transporta combustíveis do porto da Beira para o Zimbabwe, que em caso de acidentes pode resultar em tragédia, bastando para se chegar a esta conclusão, olhar para o que acontece naquelas linhas.

Para as lideranças locais, mesmo que algumas pessoas teimem em acatar as suas sensibilizações, prometem não arredar o pé enquanto estas não estarem consciencializadas.

“Nós temos estado a sensibilizar, mas as pessoas não ouvem. Às vezes chegamos lá encontramos obras, destruímos e nalguns casos chegamos até aos tribunais com os protagonistas”, disse António Muandama, um dos líderes.

Já o Governador da província de Manica, que orientou o encontro entre as lideranças tradicionais e a empresa Pipeline, disse que não basta apenas acabar com construções próximos dos canais de combustíveis, apelando para a necessidade de se evitar queimadas descontroladas.

“Queremos que as lideranças locais aqui representadas pelas autoridades comunitárias assumissem a responsabilidade de, por um lado mobilizarem outros concidadãos para servirem de disseminadores de informação por forma a que haja a conservação deste oleoduto, evitando construções por cima do oleoduto e evitando a realização de queimadas descontroladas ao longo do oleoduto”, referiu Manuel Alberto

A ocasião serviu igualmente para oferecer aos líderes comunitários, bicicletas, meios circulantes que vão ser usados por aqueles para monitorar construções em locais proibidos ao longo do corredor da Beira. (O País)

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.