- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Angola Sociedade Campanha busca redução de mortes nas estradas

Campanha busca redução de mortes nas estradas

Uma Campanha Nacional de Sensibilização e Mobilização da Sociedade para o Combate à Sinistralidade Rodoviária foi lançada hoje, em Luanda, visando a redução deste mal que, só no primeiro semestre deste ano, já causou mil e 181 mortes pelo país.

Sob o lema ” Segurança Rodoviária – Somos Todos Responsáveis “, a mesma foi lançada pela Direcção Nacional de Viação e Trânsito em parceria com o Ministério da Comunicação Social, por ocasião do Dia Mundial em Memória às Vítimas da Estrada, que se comemora no 3º domingo de Novembro.

O programa vai decorrer até 2020 em quatro fases, mobilização, sensibilização, prevenção e Educação, num período de seis meses para cada etapa.

No entanto, neste domingo iniciou a fase de mobilização que vai decorrer até Maio de 2019.

O objectivo da campanha é envolver os automobilistas e a sociedade, em geral, levando-os a assumir um compromisso que altere o comportamento dos utentes das estradas, visando a diminuição drástica dos acidentes e, por via disto, o número de vítimas mortais.

Ao acto de lançamento da campanha seguiu-se uma marcha em homenagem às vítimas do trânsito rodoviário, cujo ponto mais alto foi o minuto de silêncio observado às 12h00 e a deposição de uma coroa de flores no asfalto pelo comandante geral em exercício da Polícia Nacional (PN), comissário-chefe Sebastião Rodrigues “Dodó”, gesto seguido pelas centenas de pessoas presentes na actividade.

Vinte e seis mil pessoas morreram nas estradas do país entre 2011 e 2017, sendo que 100 mil ficaram feridas. As mesmas foram vítimas de 30 mil atropelamentos, sete mil capotamentos e mais 22 mil colisões.

No primeiro semestre deste ano morreram mil e 181 pessoas, em consequência de cinco mil e 275 acidentes, que causaram também cinco mil e 632 feridos. (Angop)

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.