Smiley face

Angola Oil & Gas 2019 promove investimento no sector

0 24

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

A Conferência e Exibição Angola Oil & Gas 2019, a ser organizada de 3 a 7 de Junho de 2019, em Luanda, pela Africa Oil & Power, com o patrocínio do Ministério dos Recursos Minerais e Petróleos, promoverá novos investimentos na indústria petrolífera angolana, soube hoje a Angop.

Angola Oil & Gas 2019 assinala a intenção do Governo de trazer maiores investimentos para os campos petrolíferos angolanos e destacar as reformas recentes defendidas pelo Presidente João Lourenço que irão impulsionar significativamente a competitividade de Angola, e é um indicador do ressurgimento da indústria no país, segundo uma nota de imprensa chegada hoje à redacção da Angop.

A conferência será uma plataforma para o governo divulgar novas oportunidades para indústria petrolífera em Angola, incluindo o licenciamento de novos blocos petrolíferos, revelar a nova legislação para exploração e investimento de gás, exploração de campos marginais de petróleo, exploração no Onshore e investimentos em todas as áreas da cadeia petrolífera, como Upstream Midstream e Dowsntream.

“Angola tem sido um dos principais produtores mundiais de petróleo e gás, e sob a nova administração do Presidente João Lourenço, estamos focados em revitalizar e aumentar o nosso potencial de forma exponencial.

Pretendemos com esta conferência maximizar o valor criado para a economia angolana trazendo investidores que possam aumentar a competitividade no mercado petrolífero e usar a industria petrolífera angolana como catalizador principal para o impulsionamento da economia em geral ”, disse o ministro de Recursos Minerais e Petróleo do país, Diamantino Azevedo citado na nota.

O documento acrescenta que “o sector viu várias mudanças, incluindo uma queda sustentada nos preços do petróleo. Graças às reformas, Angola está mais forte e melhor posicionada no actual clima de investimento. Estamos ansiosos por usar Angola Oil & Gas 2019 como uma plataforma para capitalizar novos negócios e despertar novo interesse no sector à medida que os projectos avancem. ”

Angola Oil & Gas 2019 será o principal local para a apresentação de projectos de petróleo e gás, actividade de exploração em curso, fusões e aquisições e apresentação de empresas que operam no segundo maior produtor de petróleo da África, com 1,5 milhões de barris/dia.

A conferência será a plataforma definitiva para o governo divulgar detalhes sobre a próxima rodada de licitações de petróleo e gás e revelar nova legislação para exploração e investimento de gás em campos marginais de petróleo. Também um ponto focal do programa será a criação de uma nova Agência Nacional de Petróleo, que em 2019 assumirá o licenciamento de petróleo e gás.

O evento reunirá importantes autoridades governamentais e executivos ao mais alto nível, abrangendo todo o espectro do sector de petróleos e gás para uma agenda repleta de apresentações, debates moderados, uma exposição e encontros de networking.

A Angola Oil & Gas irá premiar a negociação e intermediação de relações, uma vez que Angola pretende atrair investimentos em todos os segmentos da indústria do petróleo. ministros africanos e de outros países do petróleo participarão do evento, assim como investidores internacionais e tomadores de decisão.

“Este é o momento para os investidores globais de petróleo e gás, e empresas focadas em África, para darem um novo olhar a Angola”, disse Guillaume Doane, CEO da Africa Oil & Power.

“A indústria do petróleo deve se beneficiar do ímpecto proporcionado por uma nova administração política e preços favoráveis do petróleo, bem como a crescente influência de empresas locais. Angola Oil & Gas 2019 é a plataforma onde podemos explorar o enorme potencial de Angola, explicar os projectos e conhecer os principais actores”.

Um relatório abrangente sobre o sector energético angolano, intitulado Africa Energy Series Angola 2019, será também produzido em conjunto com a conferência, uma ferramenta oficial de investimento para a indústria energética angolana e contará com entrevistas e recursos sobre as questões e oportunidades energéticas mais urgentes de Angola.

O documento incluirá também na sua abordagem a aquisição de novas licenças e nova exploração das bacias offshore, estratégias para reverter a produção de petróleo, potencial para exploração de petróleo e gás em terra, o papel emergente do GNL, construção de um forte sector doméstico e diversificação da economia através de esforços de downstream. (Angop)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Translate »