Smiley face

Missionárias dominicanas ajudam na formação de mulheres

0 25

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

A formação integral da mulher, da alfabetização ao ensino médio e superior, faz parte das prioridades sociais da Congregação das Irmãs Missionárias Dominicanas do Rosário (MDR) em Angola, que completou, este sábado, 100 anos de existência.

A responsável da congregação a nível nacional, Francisca Imaculada, disse que em Angola as Irmãs Missionárias Dominicanas do Rosário actuam sobretudo como professoras em algumas escolas e enfermeiras em centros de saúde.

Num outro sentido, ajudam as mulheres nas comunidades nos ofícios de costura e decoração, bem como incentivam às famílias para os seus filhos tenham acesso à educação.

A organização está em Angola desde 1954. Possui 39 missionárias, 18 noviças e algumas candidatas distribuídas em 10 comunidades.

Envolvidas maioritariamente na educação e saúde, estão presentes nas províncias da Huíla (Lubango e Quilengues), Cuanza Sul (Waco-Kungo e Gabela), Luanda (Viana), Lunda Norte (Cambulo), Malanje (Sede e Calandula),

Para manter os internatos, a congregação conta com a colaboração das famílias e de algumas individualidades, sobretudo no capítulo de material e alimentação.

As irmãs asseguram apenas o alojamento das meninas que frequentam as escolas existentes na localidade, provenientes de zonas com défice de ensino.

Depois da formação, as meninas tornam-se elas próprias professoras, uma vez que não são candidatas à vida religiosa, mas apenas são acompanhadas academicamente.

Na Celebração Eucarística, que marcou o encerramento dos 100 anos da sua fundação, o Arcebispo Metropolitano do Lubango, Dom Gabriel Mbilingui, considerou que as irmãs devem ter a capacidade de viver em grupo, com sensibilidade aos problemas que afectam ao povo.

Fundada a 5 de Outubro de 1918, no Perú, a Congregação das Irmãs Missionárias Dominicanas do Rosário estabeleceu-se na Huíla desde 1996.

Em África, para além de Angola, estão presentes nos Camarões, Moçambique e República Democrática do Congo (RDC). No continente Americano (Bolívia, Chile, Equador, Guatemala, México, Nicarágua, Perú, Porto Rico e República Dominicana), na Ásia (Austrália, China, Filipinas, Índia, Macau, Taiwan, Timor) e na Europa (Espanha e Portugal). (Angop)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Translate »