InicioDestaquesMinistro da Defesa Nacional trabalha no Reino do Lesotho

Ministro da Defesa Nacional trabalha no Reino do Lesotho

O ministro da Defesa Nacional, Salviano de Jesus Sequeira, participa de 16 a 17 do corrente mês, no acto formal do termo do mandato do contingente angolano na Missão de Prevenção da SADC no Reino do Lesotho (SAPMIL).

Nesta deslocação, o ministro faz-se acompanhar do presidente da 2ª Comissão de Defesa e Segurança da Assembleia Nacional, Roberto Leal Monteiro, de deputados à Assembleia Nacional, de responsáveis dos ministério da Defesa Nacional e das Relações Exteriores, assim como das Forças Armadas Angolanas (FAA).

Angola presidiu a Missão de Prevenção da SADC para o Reino do Lesotho e o Comité de Supervisão, no quadro da presidência rotativa do Órgão de Política, Defesa e Segurança da organização regional.

O mandato terminou em Agosto último, durante a 38ª Cimeira dos Chefes de Estado e de Governo da comunidade, realizada em Windhoek, Namíbia, onde Angola passou o testemunho.

O Reino do Lesotho vive uma prolongada crise política, caracterizada por golpes e tentativas de golpes de Estado, assim como quedas de governos e eleições antecipadas. Registou o assassinato de dois chefes das suas forças armadas, em 2015 e 2017 respectivamente.

Na sequência desses desenvolvimentos, o Governo do Lesotho solicitou a intervenção da SADC que lançou a SAPMIL, em Novembro de 2017, e procedeu ao desdobramento, em Dezembro do mesmo ano, de um contingente de 269 efectivos, entre militares, policias, civis e especialistas de inteligência de sete, dos 16 países membros da organização regional.

Neste contingente, Angola detém o maior número de efectivos militares, com quatro pelotões, seguida da Zâmbia, com um. (Angop)

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.