Portal de Angola
Informação ao minuto

Ministro da Defesa Nacional trabalha no Reino do Lesotho

SALVIANO DE JESUS SEQUEIRA, MINISTRO DA DEFESA NACIONAL (FOTO: ALBERTO JULIAO)

O ministro da Defesa Nacional, Salviano de Jesus Sequeira, participa de 16 a 17 do corrente mês, no acto formal do termo do mandato do contingente angolano na Missão de Prevenção da SADC no Reino do Lesotho (SAPMIL).

Nesta deslocação, o ministro faz-se acompanhar do presidente da 2ª Comissão de Defesa e Segurança da Assembleia Nacional, Roberto Leal Monteiro, de deputados à Assembleia Nacional, de responsáveis dos ministério da Defesa Nacional e das Relações Exteriores, assim como das Forças Armadas Angolanas (FAA).

Angola presidiu a Missão de Prevenção da SADC para o Reino do Lesotho e o Comité de Supervisão, no quadro da presidência rotativa do Órgão de Política, Defesa e Segurança da organização regional.

O mandato terminou em Agosto último, durante a 38ª Cimeira dos Chefes de Estado e de Governo da comunidade, realizada em Windhoek, Namíbia, onde Angola passou o testemunho.

O Reino do Lesotho vive uma prolongada crise política, caracterizada por golpes e tentativas de golpes de Estado, assim como quedas de governos e eleições antecipadas. Registou o assassinato de dois chefes das suas forças armadas, em 2015 e 2017 respectivamente.

Na sequência desses desenvolvimentos, o Governo do Lesotho solicitou a intervenção da SADC que lançou a SAPMIL, em Novembro de 2017, e procedeu ao desdobramento, em Dezembro do mesmo ano, de um contingente de 269 efectivos, entre militares, policias, civis e especialistas de inteligência de sete, dos 16 países membros da organização regional.

Neste contingente, Angola detém o maior número de efectivos militares, com quatro pelotões, seguida da Zâmbia, com um. (Angop)

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »