- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo Lusófono Moçambique Presidente do Supremo moçambicano exige “intolerância” nos crimes contra crianças

Presidente do Supremo moçambicano exige “intolerância” nos crimes contra crianças

O presidente do Tribunal Supremo de Moçambique, Adelino Muchanga, exigiu esta terça-feira aos magistrados “intolerância” com autores de crimes contra crianças, defendendo que o sistema judiciário não deve ficar insensível no repúdio contra esse tipo de delitos.

“A nossa parte é feita passando uma mensagem clara de intolerância contra os casos de violação grosseira dos direitos da criança”, disse Adelino Muchanga, falando numa reunião nacional sobre a proteção dos direitos da criança.

O sistema judicial deve investigar e julgar os processos de violação dos direitos da criança com rigor, celeridade e integridade, visando o combate e prevenção exemplar da criminalidade.

O presidente do Tribunal Supremo moçambicano apontou a violação sexual, ofensas corporais, raptos, trabalhos infantis e não pagamento de pensões de alimentos a menores como condutas que devem ser punidas com severidade.

“Uma criança negligenciada, abusada e traumatizada transporta uma semente de violência que irá acompanhá-la na vida adulta”, frisou.

Adelino Muchanga assinalou que o país assiste a uma erosão dos tradicionais laços de afeto e solidariedade, o que se reflete no aumento de casos de processos judiciais, regulação do poder parental e investigação judicial da paternidade. (Observador)

por Lusa

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.