InicioAngolaSociedadeUma em cada cinco angolanas foi vítima de violência doméstica

Uma em cada cinco angolanas foi vítima de violência doméstica

Analistas defendem educação das mulheres que ainda têm medo de se expor

Um estudo temático publicado pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) de Angola revela que,no último ano, uma em cada cinco mulheres angolanas (21,7%) revelou ter sido vítima de violência física “frequentemente ou às vezes”.

Especialistas ouvidos pela VOA defendem uma forte aposta na educação e consciencialização das mulheres, que ainda têm medo de se expor.

O documento revela que quase um terço (31,7%) da população feminina com idade entre os 15 e os 49 anos afirma ainda ter sido vítima de violência doméstica em algum momento da sua vida, enquanto a partir dos 20 anos a percentagem de mulheres que sofreram violência física estabiliza-se entre os 32,9% e os 35,6%.

Ainda assim, 22,2% da mais jovem faixa etária analisada – entre os 15 e os 19 anos – já foi vítima de violência física.

O psicólogo Carlinhos Zassala aponta a frustração, os factores culturais, religiosos, psicológicos e sociológicas como estando na base da violência matrimonial.

O académico sugere a intervenção de especialistas “na educação e consciencialização das mulheres sobre os seus direitos”.

Por seu lado, o activista de direitos humanos Castro Freedom ressalta o facto de muitas mulheres violentadas preferirem não apresentar queixa às autoridades “por desconhecimento das leis e por vergonha de serem expostas”.

Em Angola a violência doméstica é um crime público mas o analista diz que estas leis não são devidamente divulgadas.

As províncias de Malanje (com 56%) e Lunda Norte (52%) registam o maior número de mulheres que assumiram ter sido vítimas de violência doméstica ao longo da sua vida.

No outro lado do espectro, a província de Cuando Cubango, com 8%, apresenta o menor número de casos relatados de violência contra mulheres dentro do agregado familiar.

Na capital angolana, Luanda, 30% das mulheres dizem já ter sido vítimas de violência física.

O relatório assinala ainda a existência de violência física cometida por mulheres contra o parceiro, tendo este número alcançado os 5%, no último ano, enquanto 6% dos homens afirmam já terem sido vítimas em algum momento.

O estudo conduzido pelo INE e pelo Inquérito de Indicadores Múltiplos e de Saúde (IIMS), entrevistou 19.800 pessoas – 14.379 mulheres e 5.421 homens – entre 2015 e 2016. (VOA)

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.