Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Administração de Viana encerra fábrica ilegal de caixões

Uma fábrica que produzia caixões de forma ilegal pertencente a cidadãos chineses, no distrito urbano do Kikuxi, no município de Viana, em Luanda, foi hoje, sexta-feira, encerrada pela administração local.

Falando aos jornalistas, o gerente das organizações Bauduino, Hermenegildo de Matos, membro de direção da instituição que mantém cooperação com os chineses, informou que os caixões fabricados são direcionados as Forças Armadas Angolana (FAA).

Para além do fabrico, os cidadãos chineses vendiam também água garimpada a partir do canal à céu aberto do Distrito Urbano do Kikuxi desde o passado mês de Outubro, com a devida autorização da Empresa Pública de Àgua de Luanda (EPAL-EP).

De acordo com a fonte, o pessoal já não se encontra neste local, tendo-lhes sido cedido um outro espaço no regimento de Luanda com o objectivo de se dar sequência à sua actividade.

Quanto ao tratamento do liquido, indicou que é feito com cloro que colocam dentro do reservatório para depois se comercializar por um valor cinco Mil Kwanzas para cada cisterna.

Por sua vez, o director municipal da Energia e Águas, José António, afirmou que o tratamento da água no local constitui um acto ilícito, uma vez que a sua produção apresenta procedimentos duvidosos.

Precisou ser apenas a EPAL a empresa responsável para fazer o tratamento deste líquido, bem como a sua distribuição a população da província de Luanda.

O município de Viana, que dista 20 quilómetros do centro da cidade capital,é composto por seis Distritos Urbanos:Vila Flor, ,Zango, ,Baia, Kicuxi ,Estalagem (município sede),para além da comuna de Calumbo. (Angop)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »