Smiley face

Advogados investigam tiroteio da polícia no Namibe

0 31

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Agentes que dispararam sobre cidadãos devem ser responsabilizados criminalmente, dizem os advogados

Advogados dos direitos humanos estão a investigar um confronto entre a polícia e cidadãos, no mês passado, no Cabo Negro, na província angolana do Namibe, onde os agentes terão feito uso de armas de fogo.

Notícias dizem que uma pessoa foi morta e várias feridas. Um dos cidadãos feridos permanecia ontem hospitalizado.

Os advogados Manuel Gaspar e Sebastião Assurreira visitaram o Hospital do Saco Mar para se inteirarem das vítimas e disseram que querem que as investigações prometidas pelas autoridades sejam efectivamente feitas.

Manuel Gastar diz que a visita se destina “a apurar os factos e em que pé se encontra actualmente o processo judicial”, prometido pelas autoridades.

Por seu turno, Sebastião Assureira disse que deve ser instaurado um processo-crime.

“Se houve morte deve haver responsabilização dos agentes implicados”, reiterou, acrescentando que a partir daí se deve então investigar “quando começou a briga, quem começou a briga e então cada um ser responsabilizado pelo acto que praticou”. (VOA)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Translate »