Portal de Angola
Informação ao minuto

Adolescente mata avô ao confudi-lo com animal

Imagem ilustrativa (DR)

Um homem de 54 anos de idade morreu vítima de tiro ao ser confundido com um animal, pelo próprio neto, durante uma actividade de caça, à noite, no distrito de Govuro, a norte da província de Inhambane.

O indiciado, é um adolescente de 16 anos de idade, que se encontra detido, e praticava a caça há anos a convite do finado. E no dia que o azar bateu a porta dos dois, ambos saíram armados para mais uma jornada e depois de caminharem pela mata separaram-se, como estratégia para encurralar os animais.

O adolescente disse que disparou contra o avô depois de confundi-lo com um animal, à noite, e argumentou que se tratou de uma morte acidental.

Ora, o indiciado pode ser acusado de homicídio doloso, se for constatado que houve intenção de tirar a vida do avô. Todavia, cabe a ele provar que atirou contra a vítima sem intenção.

O porta-voz do Comando Provincial da Polícia da República de Moçambique (PRM), em Inhambane, Juma Ali Dauto, confirmou o acto e explicou que o miúdo está detido porque se trata de um homicídio que carece de investigação. (Folha de Maputo)

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »