Portal de Angola
Informação ao minuto

Governo japonês conclui projecto de desminagem

Huíla: Destruição de minas consome mais de 2.2 milhões de Euros (Foto: Angop)

O projecto de desminagem na província do Huambo, executado pela ONG “Halo Trust”, encerrou ontem, na Ombala Calicoque, nesta cidade, numa cerimónia a ser testemunhada pela governadora local, Joana Lina, e pelo embaixador do Japão em Angola, Hironori Sawada.

O projecto financiado pelo Governo do Japão, no valor de 550 mil dólares, através do Programa de Assistência a Projectos Comunitários de Segurança Humana da Embaixada do Japão em Angola, também contou com a participação do Governo britânico e respondeu aos desafios da comunidade internacional, para promover a paz e a estabilidade global.

No quadro do projecto, a ONG britânica “Halo Trust” procedeu à desminagem de 225,869 metros quadrados de terreno em áreas que circundam 15 localidades do Huambo, tendo permitindo a remoção de vários engenhos explosivos, a facilitação da livre circulação de pessoas e bens, incluindo a prática da agricultura e a construção de residências.

Com o financiamento, foi alcançado o objectivo principal do projecto, que permitiu transformar terras minadas em áreas seguras e beneficiar 2.768 moradores. Espera-se que esta actividade venha a contribuir significativamente para o plano de acção contra minas em Angola.

De acordo com a nota de imprensa da Embaixada japonesa, a cerimónia de encerramento também vai contar com a presença do cônsul da Embaixada britânica, Primrose Lowett, e várias personalidades que estiveram ligadas ao processo de desminagem no planalto central.

Através do Programa de Assistência a Projectos Co-munitários e de Segurança Humana (APC), o Governo japonês implementou em Angola, desde 1990, 64 projectos em diferentes sectores como a desminagem, Agricultura, Saúde e Educação, com o valor total de 10,24 milhões de dólares. (Jornal de Angola)

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »