Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Campanha eleitoral da Jura encerrou ontem com os candidatos convictos na vitória

Os candidatos ao cargo de secretário-geral da JURA encerraram ontem, em todo país, a campanha com vista à sua eleição no cargo. A eleição acontece durante o IV Congresso Ordinário, que começa amanhã no complexo Sovsmo, em Viana, Luanda.

Durante a campanha, Elsa Pataco, a única mulher entre os oito candidatos, percorreu nove das 18 províncias e elegeu Luanda para encerrar a campanha.

Durante o acto, decorrido ontem numa das unidades hoteleiras da capital, Elsa prometeu, em caso de vitória, tirar a JURA do “isolacionismo” em que se encontra, para torná-la no maior mecanismo de promoção e defesa dos direitos legítimos da juventude angolana junto dos poderes públicos.

Como secretária-geral da JURA, Elsa Pataco pretende ter como aliado as organizações da sociedade civil e grupos de pressão ou de interesse, com os quais pretende firmar uma forte parceria estratégica e trabalhar de forma activa na concepção e materialização de programas específicos de interesse comum.

Entre esses programas, a candidata pretende sensibilizar a juventude para a sua participação activa na prevenção e no combate à doenças sexualmente transmissíveis, com destaque para o HIV.

Na segunda-feira, os oito candidatos ou seus representantes participaram num debate promovido pela Rádio Comercial “Despertar”. Durante o debate, decorrido no complexo do Sovsmo, os candidatos responderam questões colocadas pelos moderadores e pelo público, composto na sua maioria por membros da JURA.

Samuel “Kafú” Sabino prometeu ser um secretário-geral com um estilo de liderança aberto e próximo da sociedade. “Serei um líder que sabe ouvir os jovens”, afirmou o jovem, licenciado em Ciências da Comunicação.

Salvio Nhany, representa-nte de Agostinho Kamuango, afirmou que o seu candidato já é vencedor. Kamuango foi
derrotado no último congresso à segunda volta pelo secretário-geral cessante, Alicerces Bartolomeu “Aly Mango”. Salvio Nhany disse que o seu candidato está melhor preparado para a vitória.

António das Dores é um dos delegados provenientes de Malanje. Disse ter se candidatado para contribuir no reforço da democracia na JURA e, em caso de vitória, dar o melhor de si para que aquela organização seja uma verdadeira alavanca para a juventude. Oseias Chilemba pediu serenidade aos delegados para que possam votar de forma consciente. A mesma opinião foi quase partilhada por Rafael Mukanda. (Jornal de Angola)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »