Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Homens detidos por suspeita de aliciamento de menores

Um chinês e um angolano foram detidos pelo Serviço de Investigação Criminal (SIC), na cidade de Ndalatando, província do Cuanza-Norte, por suspeita de aliciamento de cinco adolescentes para a prostituição.

Os detidos viajavam com as adolescentes, com idades compreendidas entre os 13 e os 15 anos, num camião que, saído da província da Lunda-Norte, tinha como destino a cidade de Luanda. A directora do Gabinete Provincial da Família, Género e Acção Social, Vitória de Braga, informou, no domingo, que a suspeita foi levantada quando os dois adultos estavam com as cinco adolescentes numa lanchonete em Ndalatando, onde fizeram uma paragem.

Um oficial do SIC à paisana achou “algo suspeito” quando observou as adolescentes a beberem cerveja com os dois adultos e, por esta razão, accionou o Serviço de Investigação Criminal para averiguar a situação.

Interpelados, os dois adultos alegaram que levavam as menores para a província de Luanda, por elas terem pedido boleia, versão confirmada pelas próprias, que ainda disseram que a intenção era conhecerem Luanda.

As menores residem em Xamikelengue, sector da comuna do Xinge, município de Capenda Camulemba, província da Lunda-Norte, e de-cidiram entrar para o primeiro carro que encontrassem no caminho com destino a Lu-anda. A mais velha do grupo declarou que ninguém da família de cada uma foi avisado da “viagem combinada”. A adolescente acentuou que as cinco não conhecem os dois acompanhantes, aos quais “apenas pediram boleia e nada mais”.

Depois de terem sido contactadas, as autoridades da Lunda-Norte enviaram para Ndalatando uma comissão multissectorial com o objectivo de devolverem as raparigas às suas famílias.

Integraram a delegação o administrador municipal-adjunto de Capenda Camulemba, o comandante municipal e o responsável pelo Serviço de Investigação Criminal. Em Ndalatando, a delegação informou que, na área onde as menores vivem, o SIC e a Polícia Nacional não receberam nenhuma participação de desaparecimento. Os dois adultos que viajavam com as adolescentes continuam detidos. (Jornal de Angola)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »