- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Angola Regiões Homens detidos por suspeita de aliciamento de menores

Homens detidos por suspeita de aliciamento de menores

Um chinês e um angolano foram detidos pelo Serviço de Investigação Criminal (SIC), na cidade de Ndalatando, província do Cuanza-Norte, por suspeita de aliciamento de cinco adolescentes para a prostituição.

Os detidos viajavam com as adolescentes, com idades compreendidas entre os 13 e os 15 anos, num camião que, saído da província da Lunda-Norte, tinha como destino a cidade de Luanda. A directora do Gabinete Provincial da Família, Género e Acção Social, Vitória de Braga, informou, no domingo, que a suspeita foi levantada quando os dois adultos estavam com as cinco adolescentes numa lanchonete em Ndalatando, onde fizeram uma paragem.

Um oficial do SIC à paisana achou “algo suspeito” quando observou as adolescentes a beberem cerveja com os dois adultos e, por esta razão, accionou o Serviço de Investigação Criminal para averiguar a situação.

Interpelados, os dois adultos alegaram que levavam as menores para a província de Luanda, por elas terem pedido boleia, versão confirmada pelas próprias, que ainda disseram que a intenção era conhecerem Luanda.

As menores residem em Xamikelengue, sector da comuna do Xinge, município de Capenda Camulemba, província da Lunda-Norte, e de-cidiram entrar para o primeiro carro que encontrassem no caminho com destino a Lu-anda. A mais velha do grupo declarou que ninguém da família de cada uma foi avisado da “viagem combinada”. A adolescente acentuou que as cinco não conhecem os dois acompanhantes, aos quais “apenas pediram boleia e nada mais”.

Depois de terem sido contactadas, as autoridades da Lunda-Norte enviaram para Ndalatando uma comissão multissectorial com o objectivo de devolverem as raparigas às suas famílias.

Integraram a delegação o administrador municipal-adjunto de Capenda Camulemba, o comandante municipal e o responsável pelo Serviço de Investigação Criminal. Em Ndalatando, a delegação informou que, na área onde as menores vivem, o SIC e a Polícia Nacional não receberam nenhuma participação de desaparecimento. Os dois adultos que viajavam com as adolescentes continuam detidos. (Jornal de Angola)

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.