- Publicidade-
Rádio Calema
Inicio Cultura Literatura As notícias da Cidade Alta que querem abrir o Palácio presidencial aos...

As notícias da Cidade Alta que querem abrir o Palácio presidencial aos angolanos

O secretário para os Assuntos de Comunicação Institucional e de Imprensa do Presidente da República, Luís Fernando, lançou esta segunda-feira, 5, o livro “Notícias do Palácio – O Primeiro Ano de Mandato do Presidente João Lourenço”, que se propõe abrir o Palácio presidencial aos angolanos.

Em declarações à agência Lusa, Luís Fernando explicou que o livro “é uma espécie de reportagem”, que aborda a dimensão pública da vida na Cidade Alta.

“Obviamente que não são questões que revelam segredos de Estado. São os acontecimentos públicos, que eu apenas trato, dando-lhe uma capa romanceada, se quiser, e é isto que eu conto. Conto as viagens, como se prepararam, quais as peripécias, etc. Não é um livro extraordinário, é um livro normalíssimo”, resume o autor.

Segundo Luís Fernando, que apresentou “Notícias do Palácio – O Primeiro Ano de Mandato do Presidente João Lourenço” no Memorial Dr. Agostinho Neto, a ideia do livro é “abrir, em primeiro lugar, o Palácio às pessoas, aos angolanos”.

O secretário para os Assuntos de Comunicação Institucional e de Imprensa do Presidente da República nota que apesar de o Palácio representar o centro político do poder em Angola, “desde que o país se tornou independente [em 1975], ninguém sabe o que é”, quais “as suas vertentes mais gerais, quem lá trabalha, o que se faz, como é o dia-a-dia”.

Com as “Notícias do Palácio”, Luís Fernando propõe-se desfazer esse “mistério”.

Nascido no Uíge há 57 anos, o autor, que foi jornalista durante mais de metade da vida, venceu o Prémio Maboque de Jornalismo em 2011.

Desde 2009 membro da União dos Escritores Angolanos (UEA), estreou-se nas lides literárias, em 1999, com “Noventa Palavras”. (Novo Jornal Online)

- Publicidade -
- Publicidade -

EUA preparam militares para conter protestos em Minneapolis enquanto tumultos se espalham pelo país

Após conversa entre Trump e seu secretário de Defesa, o Pentágono deu ordem para que 800 soldados da Polícia Militar americana estejam preparados para...
- Publicidade -

EUA ameaçam portos, empresas e governos caso ajudem petroleiros iranianos em direcção à Venezuela

Representante americano para a Venezuela disse que empresas, portos, governos e seguradoras poderiam encarar duras sanções caso prestem serviços a navios-tanque do Irão seguindo...

Merkel rejeita convite de Trump para participar do G7 presencialmente

A chanceler alemã Angela Merkel rejeitou o convite do líder norte-americano, Donald Trump, para participar da cimeira do G7 pessoalmente. A informação foi divulgada...

Adespov disponibiliza ajuda financeira para famílias vulneráveis

A Associação de Desenvolvimento e Enquadramento Social das Populações Vulneráveis (Adespov) tem disponíveis um milhão, 863 mil e 368 Euros para apoiar as famílias...

Notícias relacionadas

EUA preparam militares para conter protestos em Minneapolis enquanto tumultos se espalham pelo país

Após conversa entre Trump e seu secretário de Defesa, o Pentágono deu ordem para que 800 soldados da Polícia Militar americana estejam preparados para...

EUA ameaçam portos, empresas e governos caso ajudem petroleiros iranianos em direcção à Venezuela

Representante americano para a Venezuela disse que empresas, portos, governos e seguradoras poderiam encarar duras sanções caso prestem serviços a navios-tanque do Irão seguindo...

Merkel rejeita convite de Trump para participar do G7 presencialmente

A chanceler alemã Angela Merkel rejeitou o convite do líder norte-americano, Donald Trump, para participar da cimeira do G7 pessoalmente. A informação foi divulgada...

Adespov disponibiliza ajuda financeira para famílias vulneráveis

A Associação de Desenvolvimento e Enquadramento Social das Populações Vulneráveis (Adespov) tem disponíveis um milhão, 863 mil e 368 Euros para apoiar as famílias...

Malanje: Cambundi-Catembo terá mais escolas

O município de Cambundi-Catembo, na província de Malanje, poderá, a partir de 2021, inserir 2.430 crianças no sistema de ensino. O feito estará condicionado à...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.