Portal de Angola
Informação ao minuto

Sudão denuncia renovação de “Estado de emergência” pelos Estados Unidos

Rebeldes sul sudaneses (DR)

O ministro sudanês dos Negócios Estrangeiros deplorou a renovação pelo Presidente dos Estados Unidos do “Estado de emergência” sobre o Sudão.

Num comunicado publicado sábado, em Cartum, o chefe da diplomacia sudanesa declara que a renovação e manutenção do Estado de emergência pelo Presidente Donald Trump « não está em conformidade com o espírito da cooperação entre os dois países sobre questões de interesse comum ».

A cooperação bilateral é reconhecida pelas administrações sucessivas do povo norte-americano, acrescentou, sublinhando que a prorragação do Estado de emergência “não tem nenhuma justificação numa altura em que o processo de diálogo entre Cartum e Washington está em curso”.

O comunicado indica ainda que o Governo sudanês vai continuar engajado nas suas responsabilidades em relação à paz regional e internacional, apesar das “declarações contraditórias e não objetiva” avançadas para manter o Estado de emergência.

Os Estados Unidos, lembre-se, colocaram o Sudão na lista dos países considerados como patrocinadores do terrorismo internacional, em 1997.

No entanto, no ano passado, a Administração norte-americana decidiu revogar as sanções económicas impostas ao Sudão.

Mas o levantamento dessas sanções não tem muito efeito já que o país continua na lista dos países acusados de apoiar o terrorismo, “o que bloqueia qualquer retomada de uma cooperação económica e financeira normal com a comunidade internacional”, refere a nota. (Panapress)

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »