- Publicidade-
Rádio Calema
Inicio Mundo Europa Sete desaparecidos no desabamento de dois edifícios em Marselha

Sete desaparecidos no desabamento de dois edifícios em Marselha

Sete pessoas estão dadas como desaparecidas na sequência do desabamento de dois edifícios hoje de manhã em Marselha, França, anunciou o presidente da região Provence-Alpes-Côte d’Azur, Renaud Muselier.

Entre essas sete pessoas está uma mulher que não foi buscar a filha à escola e outra mulher “que nunca saiu de casa”, disse Renaud Muselier, citado pela agência France-Press (AFP).

Além disso, embora ainda não fosse possível saber se os desaparecidos viviam nalgum dos prédios que desabaram, dois homens foram filmados na rua por uma câmara de vigilância pouco antes do colapso dos dois edifícios.

Pelo menos duas pessoas ficaram feridas na sequência do desabamento, ocorrido no centro de Marselha, numa rua do popular quarteirão de Noailles, segundo aquela agência noticiosa.

Os trabalhadores das equipas de emergência disseram à AFP que nos dois edifícios poderiam estar a viver 12 pessoas.

Um porta-voz da prefeitura disse à agência Efe que o incidente ocorreu às 9h30 locais (8h30 em Lisboa).

No local do incidente, o vice-prefeito de Marselha, Julien Ruas, encarregado do Batalhão de Bombeiros, indicou que um dos dois prédios estava considerado em perigo há cerca de dez dias por problemas no primeiro andar. Os ocupantes deste apartamento tiveram, por isso, de ser realojados.

Os dois edifícios, de quatro e cinco andares, que estavam praticamente em ruínas, localizam-se na rua de Aubagne e hoje de manhã ficaram reduzidos a uma pilha de lixo. (Diário de Notícias)

por Lusa

- Publicidade -
- Publicidade -

EUA preparam militares para conter protestos em Minneapolis enquanto tumultos se espalham pelo país

Após conversa entre Trump e seu secretário de Defesa, o Pentágono deu ordem para que 800 soldados da Polícia Militar americana estejam preparados para...
- Publicidade -

EUA ameaçam portos, empresas e governos caso ajudem petroleiros iranianos em direcção à Venezuela

Representante americano para a Venezuela disse que empresas, portos, governos e seguradoras poderiam encarar duras sanções caso prestem serviços a navios-tanque do Irão seguindo...

Merkel rejeita convite de Trump para participar do G7 presencialmente

A chanceler alemã Angela Merkel rejeitou o convite do líder norte-americano, Donald Trump, para participar da cimeira do G7 pessoalmente. A informação foi divulgada...

Adespov disponibiliza ajuda financeira para famílias vulneráveis

A Associação de Desenvolvimento e Enquadramento Social das Populações Vulneráveis (Adespov) tem disponíveis um milhão, 863 mil e 368 Euros para apoiar as famílias...

Notícias relacionadas

EUA preparam militares para conter protestos em Minneapolis enquanto tumultos se espalham pelo país

Após conversa entre Trump e seu secretário de Defesa, o Pentágono deu ordem para que 800 soldados da Polícia Militar americana estejam preparados para...

EUA ameaçam portos, empresas e governos caso ajudem petroleiros iranianos em direcção à Venezuela

Representante americano para a Venezuela disse que empresas, portos, governos e seguradoras poderiam encarar duras sanções caso prestem serviços a navios-tanque do Irão seguindo...

Merkel rejeita convite de Trump para participar do G7 presencialmente

A chanceler alemã Angela Merkel rejeitou o convite do líder norte-americano, Donald Trump, para participar da cimeira do G7 pessoalmente. A informação foi divulgada...

Adespov disponibiliza ajuda financeira para famílias vulneráveis

A Associação de Desenvolvimento e Enquadramento Social das Populações Vulneráveis (Adespov) tem disponíveis um milhão, 863 mil e 368 Euros para apoiar as famílias...

Malanje: Cambundi-Catembo terá mais escolas

O município de Cambundi-Catembo, na província de Malanje, poderá, a partir de 2021, inserir 2.430 crianças no sistema de ensino. O feito estará condicionado à...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.