Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Maria Eugénia Neto recria contos sobre o imaginário

“As nossas mãos constroem a liberdade” é o título da nova obra literária da escritora Maria Eugénia Neto, cujo lançamento público acontece dia 7 de Novembro, às 18h00, na sede da União dos Escritores Angolanos (UEA), em Luanda.

Trata-se de uma obra que reúne contos que, de uma forma sublime recriam o imaginário político e cultural angolano a partir de figuras ficcionais e existentes da literatura e do mosaico político nacional, como Hoji ya Henda, Comandante Benedito, Ngangula e outras personagens que estiveram implicadas na libertação de Angola.

A obra, que traz uma linguagem infanto-juvenil, aborda questões ligadas à independência, patriotismo, liberdade e o amor ao próximo.

No prefácio do livro, o escritor Carlos Ferreira “Cassé” explana o seguinte: “É aqui que entronca o papel essencial do escritor, no caso da escritora que, cumprindo a máxima do fundador da nação, Dr. Agostinho Neto, segundo a qual os criadores devem ser ‘formadores de consciência’, nos oferece, em nova edição, contos que, embora ficcionados, nos relatam a realidade heróica e grandiosa que foi a gesta da luta de libertação nacional. Eugénia Neto não nos deixa esquecer.

É pela escrita, pela lembrança, pela reafirmação de vários episódios singulares decorridos antes e durante a longa luta colectiva pela independência, que a escritora exerce o seu papel e reafirma um dado fundamental da história de qualquer comunidade.”

Acrescenta, “além do pendor claramente pedagógico que sempre utilizou e que mantém, particularmente na prosa, a reedição deste conjunto de contos demonstra que a militante, a companheira, a poetisa Eugénia Neto não esquece nem deixa esquecer que o escritor é e deve ser um ‘agente activo no aperfeiçoamento da humanidade’ -, tal como dizia Agostinho Neto.”

Maria Eugénia Neto nasceu em Trás-os-Montes (Portugal), aos 8 de Março de 1934. É autora de vários livros, com destaque para “E na Floresta os Bichos Falaram” (prémio de honra na Comissão Cultural da ex-República Democrática Alemã, para a Unesco, 1977-Leipzig), “Foi Esperança e Certeza”, 1979, e “A Formação de Uma Estrela e Outras Histórias na Terra” (1979). (Jornal de Angola)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »