Radio Calema
InícioDestaquesErdogan diz que ordem para matar Khashoggi 'veio dos mais altos níveis...

Erdogan diz que ordem para matar Khashoggi ‘veio dos mais altos níveis do governo saudita’

O presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, disse nesta sexta-feira (2) que a ordem para matar o jornalista Jamal Khashoggi “veio dos mais altos níveis do governo saudita”. A declaração foi feita em artigo publicado no jornal Washington Post.

Erdogan, contudo, descartou a participação do rei Salman: “não acredito nem por um segundo que o rei Salman, o guardião das sagradas mesquitas, tenha ordenado o ataque a Khashoggi.”

Erdogan ressaltou que “não há razão para acreditar que seu assassinato tenha reflectido a política oficial da Arábia Saudita” e que “seria errado” ver o episódio como um “problema” para a relação dos dois países.

No entanto, ele também deixou claro que a amizade entre a Arábia Saudita e a Turquia “não significa que vamos fechar os olhos para o assassinato premeditado que se desdobrou diante de nossos olhos”.

Erdogan criticou a investigação saudita até agora e disse que há “esforços de certos oficiais” para encobrir o crime.

“Embora Riad tenha detido 18 suspeitos, é profundamente preocupante que nenhuma ação tenha sido tomada contra o cônsul geral da Arábia Saudita, que mentiu à mídia e fugiu da Turquia pouco depois.”

Khashoggi, que escrevia para o Washington Post, foi morto no dia 2 de outubro dentro do consulado da Arábia Saudita em Istambul, onde foi buscar os papéis para seu casamento com uma turca. Seu corpo foi desmembrado e dissolvido em ácido, afirmou Yasin Aktay, assessor de Erdogan dentro do partido AKP, em entrevista ao jornal “Hürriyet”. (Sputnik)

Siga-nos

0FãsCurtir
0SeguidoresSeguir
0InscritosInscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.