Smiley face

TAAG retoma ligações entre Cabo Verde e Angola ainda este ano

0 59

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Ministro angolano dos Transportes fez o anúncio no início de uma visita à Praia.

A companhia aérea angolana de bandeira TAAG deverá retomar os voos entre Luanda e Sal, antes do final do mês de Dezembro, revelou nesta sexta-feira, 2, o ministro angolano dos Transportes, Ricardo Viegas d’Abreu.

Depois de um encontro com o primeiro-ministro cabo-verdiano, Ulisses Correia e Silva, na Praia, no início de uma visita ao arquipélago, Viegas d’Abreu disse que as equipas técnicas da TAAG e da TACV, de Cabo Verde, estão a ultimar os pormenores.

Depois de vários anos a voar para o arquipélago, a TAAG suspendeu as ligações áreas com a Praia em finais de 2016, alegando que as operações não eram rentáveis e acabou mesmo por encerrar a delegação que possuía na capital cabo-verdiana.

A situação caiu mal no seio da comunidade são-tomense residente em Cabo Verde e nos cabo-verdianos radicados em São Tomé e Príncipe.

Aliás, esta foi uma das maiores preocupações levantadas aquando da visita que o primeiro-ministro cabo-verdiano, Ulisses Correia e Silva, efectuou vem Junho passado, às terras do Rei Amador.

O ministro angolano Ricardo Viegas d’ Abreu esclareceu, no entanto, que a nova ligação realiza-se numa perspectiva diferente e que passa pela sua sustentabilidade financeira.

O presidente da Câmara do Comércio de Sotavento, Jorge Spencer Lima, aplaude a possibilidade da retoma de voos e diz esperar que as duas companhias encontrem as “melhores vias para que esta operação seja sólida e tenha longos anos de vida”.

Por sua vez, o presidente da Associação dos São-tomenses Radicados em Cabo Verde, Simão de Pina, mostra-se triste pelo facto da anunciada retoma de voos não contemplar o percurso Luanda/São Tomé/Praia.

Em conversa com a VOA sem gravar entrevista, aquele dirigente associativo disse esperar ainda que no decorrer das negociações alguma decisão seja tomada a favor da comunidade são-tomense que necessita de um meio de ligação com o seu país de origem. (VOA)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Translate »