Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

PN apresenta exploradores ilegais de Cobre no Alto Zambeze

Quatro exploradores ilegais de Cobre, apanhados em flagrante delito a praticar a acção, em Outubro último, no município do Alto Zambeze, Província do Moxico, foram quinta-feira, na circunscrição, apresentados ao público pela Polícia Nacional (PN).

Falando à imprensa, o comandante municipal da PN do Alto Zambeze, superintendente Victorino Vasco Sapalo, disse que na acção realizada no âmbito da operação “Transparência”, as autoridades governamentais apreenderam igualmente, 80 sacos de Cobre (25 quilos cada), um tractor, entre outros materiais de extracção.

O comandante municipal indicou que os infractores praticavam a actividade ilegal na localidade de Caibanga, comuna de Calunda, situada a 107 quilómetros a este da sede municipal do Alto Zambeze (Cazombo).

Fez saber que a maioria dos exploradores ilegais da área pôs – se em fuga, antes de a polícia ter chegado ao local, prometendo para os próximos dias intensificar a fiscalização e controlo das zonas onde abundam os recursos minerais para prevenir o garimpo.

Quanto aos exploradores detidos, o oficial da Policia Nacional, disse que o caso será encaminhado ao Ministério Publico, onde seguirá os seus trâmites legais.

Ao condenar a atitude dos garimpeiros, o director do gabinete provincial de Comércio, Indústria e Recursos Minerais, Victor Pedro, lamentou que a acção prejudica a natureza e a economia nacional, encorajando as forças policiais a fazerem um combate cerrado contra os transgressores.

Consubstanciada em impedir os actos de violação das fronteiras do país e exploração ilegal de diamantes que se regista nos últimos tempos, a operação transparência foi lançada a 25 de Setembro deste ano, na província de Malanje.

A manobra que faseadamente abrangerá todo o território nacional envolve efectivos da Polícia de Guarda – fronteiras, de Serviços de Investigação Criminal (SIC), da Migração e Estrangeiros (SME), entre outros órgãos afectos ao Ministério do Interior (MININT), para além da contribuição da população, através de denúncias.

Decorrendo em sete das 18 províncias do país, a Operação Transparência, visa contribuir para a salvaguarda da economia e soberania nacional.

Para além do Alto Zambeze, no Moxico, os efectivos afectos ao MININT e às Forças Armadas Angolanas (FAA), já fiscalizaram o município do Moxico (sede), faltando o dos Bundas e Luchazes. (Angop)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »