Portal de Angola
Informação ao minuto

BPC perde monopólio da gerência das pensões

(Fotografia: Vigas da Purificação | Edições Novembro)

O Banco de Poupança e Crédito (BPC) vai perder o monopólio do domicílio das contas dos pensionistas por orientação do Governo, que solicitou que o Instituto Nacional de Segurança Social (INSS) negoceie com mais bancos a gestão das contas dos reformados e de outros beneficiários de prestações sociais, anunciou fonte oficial.

O director-geral adjunto do INSS, Pedro Filipe, não apontou, ao anunciar a decisão à RNA, ontem, que bancos entram na gestão das contas dos reformados e de outros beneficiários de prestações sociais nem um prazo para concretização da me-dida, tendo confirmado apenas que a instituição recebeu orientações do Governo nesse sentido.

“Começamos o processo de bancarização numa altura em que o BPC era o único banco implantado a nível nacional e havia necessidade dos pensionistas, de Cabinda ao Cunene, terem acesso ao mesmo” , disse Pedro Filipe para justificar a concentração das contas dos pensionistas num só banco.

Com a expansão da banca privada em todo o país, referiu, o Governo autorizou o INSS a trabalhar com outros bancos, além do BPC. Dados disponíveis indicam que o Instituto Nacional de Segurança Social tem registados mais de 160 mil pensionistas, 22,30 por cento dos quais recebem a pensão de sobrevivência. (Jornal de Angola)

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »