Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Trump: Militares na fronteira com México “poderão disparar” se forem apedrejados

O Presidente norte-americano, Donald Trump, declarou hoje que disse aos militares destacados para a fronteira com o México que se os migrantes da América Central lhes atirarem pedras, devem agir como se as pedras fossem “espingardas”.

“Se alguém atirar pedras – como fizeram no México – [os militares] poderão disparar sobre eles, porque se lhes acertarem com uma pedra na cara…”, afirmou Trump numa conferência de imprensa na Casa Branca.

Discursando sobre a imigração, Trump prometeu também emitir na próxima semana uma ordem executiva para proibir os migrantes de pedirem asilo se tiverem entrado ilegalmente nos Estados Unidos e criar grandes cidades feitas de tendas para reter todas as pessoas que atravessem a fronteira.

As leis da imigração atualmente em vigor estabelecem que os migrantes em busca de asilo podem requerê-lo independentemente da forma como chegaram ao país.

Caravanas de milhares de migrantes de diversos países da América Central estão lentamente a dirigir-se para norte, com a intenção de entrar nos Estados Unidos.

Um desses grupos envolveu-se em confrontos violentos com a polícia mexicana na fronteira do país com a Guatemala, atirando pedras.

O anúncio de Trump surge em vésperas das eleições legislativas intercalares que se realizam no próximo dia 06 de novembro, que o levaram a endurecer o seu discurso anti-imigração, com o envio de tropas para a fronteira sul do país e com ameaças de eliminar o “direito de solo”, o direito consagrado na Constituição que determina que todas as crianças nascidas em território norte-americano — mesmo que sejam filhas de imigrantes ilegais — têm automaticamente a nacionalidade norte-americana.

O Governo Trump já informou em outubro que no próximo ano fiscal, 2019, reduzirá de 45.000 para 30.000 o número limite de refugiados – o mais baixo desde 1980. (Notícias ao Minuto)

por Lusa

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »