Portal de Angola
Informação ao minuto

Merkel defende manutenção de sanções à Rússia durante visita à Ucrânia

A chaceler alemã Angela Merkel acompanha o presidente ucraniano Petro Poroshenko na revista às tropas (Foto: Reuters/gleb Garanich)

A chanceler alemã, Angela Merkel, de visita a terras ucranianas, defendeu que as sanções impostas à Rússia devido às suas ações na Ucrânia devem manter-se.

Falando após um encontro com o Presidente ucraniano, Petro Poroshenko, Merkel disse que a Alemanha apoiará a manutenção das sanções da União Europeia à Rússia, impostas por causa do apoio de Moscovo aos rebeldes no leste do território ucraniano, argumentando com a falta de progressos na aplicação do acordo de paz de 2015.

Mais de 10 mil pessoas foram mortas durante combates no leste da Ucrânia que começaram em 2014, algumas semanas após a anexação pela Rússia da península ucraniana da Crimeia.

O acordo de paz assinado em Minsk em 2015 ajudou a reduzir a escala do conflito, mas os combates prosseguiram e o processo para alcançar uma solução política encontra-se num impasse, pelo qual a Rússia e a Ucrânia se culpam mutuamente.

Poroshenko instou a Rússia a retirar as suas forças e armamento do leste da Ucrânia, e a Rússia negou ter forças lá. (Jornal de Notícias)

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »