- Publicidade-
Rádio Calema
Inicio Destaques Merkel defende manutenção de sanções à Rússia durante visita à Ucrânia

Merkel defende manutenção de sanções à Rússia durante visita à Ucrânia

A chanceler alemã, Angela Merkel, de visita a terras ucranianas, defendeu que as sanções impostas à Rússia devido às suas ações na Ucrânia devem manter-se.

Falando após um encontro com o Presidente ucraniano, Petro Poroshenko, Merkel disse que a Alemanha apoiará a manutenção das sanções da União Europeia à Rússia, impostas por causa do apoio de Moscovo aos rebeldes no leste do território ucraniano, argumentando com a falta de progressos na aplicação do acordo de paz de 2015.

Mais de 10 mil pessoas foram mortas durante combates no leste da Ucrânia que começaram em 2014, algumas semanas após a anexação pela Rússia da península ucraniana da Crimeia.

O acordo de paz assinado em Minsk em 2015 ajudou a reduzir a escala do conflito, mas os combates prosseguiram e o processo para alcançar uma solução política encontra-se num impasse, pelo qual a Rússia e a Ucrânia se culpam mutuamente.

Poroshenko instou a Rússia a retirar as suas forças e armamento do leste da Ucrânia, e a Rússia negou ter forças lá. (Jornal de Notícias)

- Publicidade -
- Publicidade -

EUA preparam militares para conter protestos em Minneapolis enquanto tumultos se espalham pelo país

Após conversa entre Trump e seu secretário de Defesa, o Pentágono deu ordem para que 800 soldados da Polícia Militar americana estejam preparados para...
- Publicidade -

EUA ameaçam portos, empresas e governos caso ajudem petroleiros iranianos em direcção à Venezuela

Representante americano para a Venezuela disse que empresas, portos, governos e seguradoras poderiam encarar duras sanções caso prestem serviços a navios-tanque do Irão seguindo...

Merkel rejeita convite de Trump para participar do G7 presencialmente

A chanceler alemã Angela Merkel rejeitou o convite do líder norte-americano, Donald Trump, para participar da cimeira do G7 pessoalmente. A informação foi divulgada...

Adespov disponibiliza ajuda financeira para famílias vulneráveis

A Associação de Desenvolvimento e Enquadramento Social das Populações Vulneráveis (Adespov) tem disponíveis um milhão, 863 mil e 368 Euros para apoiar as famílias...

Notícias relacionadas

EUA preparam militares para conter protestos em Minneapolis enquanto tumultos se espalham pelo país

Após conversa entre Trump e seu secretário de Defesa, o Pentágono deu ordem para que 800 soldados da Polícia Militar americana estejam preparados para...

EUA ameaçam portos, empresas e governos caso ajudem petroleiros iranianos em direcção à Venezuela

Representante americano para a Venezuela disse que empresas, portos, governos e seguradoras poderiam encarar duras sanções caso prestem serviços a navios-tanque do Irão seguindo...

Merkel rejeita convite de Trump para participar do G7 presencialmente

A chanceler alemã Angela Merkel rejeitou o convite do líder norte-americano, Donald Trump, para participar da cimeira do G7 pessoalmente. A informação foi divulgada...

Adespov disponibiliza ajuda financeira para famílias vulneráveis

A Associação de Desenvolvimento e Enquadramento Social das Populações Vulneráveis (Adespov) tem disponíveis um milhão, 863 mil e 368 Euros para apoiar as famílias...

Malanje: Cambundi-Catembo terá mais escolas

O município de Cambundi-Catembo, na província de Malanje, poderá, a partir de 2021, inserir 2.430 crianças no sistema de ensino. O feito estará condicionado à...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.