Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Colégio Presidencial da CASA -CE toma posse hoje

A nota de imprensa da coligação enviada ao OPAÍS não dá qualquer detalhe sobre a composição do órgão.

A Convergência Ampla de Salvação de Angola – Coligação Eleitoral (CASA-CE) anunciou para hoje, Quinta-feira, a tomada de posse do seu Colégio Presidencial, no quadro do seu novo funcionamento à luz do acórdão do último Tribunal Constitucional. Uma nota de imprensa da coligação distribuída ao OPAÍS, não dá nenhum detalhe da composição do órgão.

Nos últimos dias, a coligação dirigida por Abel Chivukuvku tem vindo a trabalhar em concertação entre os partidos que a compõem, no sentido criar condições para a sua harmonização e coesão da organização, com base no acórdão do Tribunal Constitucional.

No acórdão, o Tribunal Constitucional deu provimento parcial a um pedido de esclarecimento de cinco dos seis partidos integrantes da CASA-CE, a propósito de um conflito que os opõe ao seu presidente, Abel Chivukuvuku. O processo emergiu da interpretação dos poderes dos partidos em relação à organização e funcionamento da coligação e o papel e as competências do seu presidente. No acórdão, o TC esclarece que o presidente da CASA-CE não é líder dos partidos coligados, mas sim apenas um “simples” coordenador da plataforma, segundo os métodos adoptados pelos partidos políticos.

O TC deu provimento parcial a um pedido de esclarecimento de cinco dos seis partidos integrantes da CASA-CE, a propósito de um conflito que os opõe ao seu presidente, Abel Chivukuvuku. A CASA-CE é composta pelos partidos da Aliança Democrática para o Desenvolvimento de Angola – Aliança Patriótica (PADDAAP), Partido de Aliança Livre de Maioria Angolana (PALMA) e o Partido Pacífico Angolano (PPA), o Partido Nacional de Salvação de Angola (PNSA), Partido Nacional para o Progresso e Aliança Nacional de Angola (PDP-ANA) e o Bloco Democrático (BD), que não subscreveu a reivindicação.

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »