Smiley face

Polícias corruptos: Comandante-geral promete combater “essas batatas podres”

0 99

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

O comandante-geral da Polícia Nacional (PN), comissário-geral Paulo de Almeida, manifestou-se preocupado com “o número de polícias envolvidos em acções criminais”, garantindo que vai combater “essas batatas podres” no seio da corporação.

“Todas as semanas, para não dizer dias, registamos a participação de um ou outro agente da polícia envolvido em acções criminais. Isso tira-nos a autoridade”, lamentou Paulo de Almeida, falando esta sexta-feira, 26, numa cerimónia de formatura dos efectivos da PN, no âmbito da “Operação Resgate, avança o Novo JornaL Online.

Segundo o comissário-geral, citado pela agência Lusa, vários agentes praticam “burlas, falsificações e extorsões a cidadãos”, realidade que promete combater sem tréguas.

Os “batuqueiros e penteadores” serão “banidos da corporação”, garantiu o comandante-geral da PN, sublinhando que os efectivos envolvidos em crimes frustram a acção policial.

“Quero aqui dizer que, em representação de toda a polícia do país, temos de combater essas batatas podres no nosso seio”, reforçou Paulo de Almeida, defendendo que “a ordem deve começar no seio da polícia”.

Como tal, o comissário-geral apelou à “vigilância” dos agentes da polícia e da sociedade para que “denunciem essas práticas”, permitindo “neutralizar agentes que, a coberto da farda, cometem diariamente crimes diversos”.

Paulo de Almeida insistiu que os agentes têm de dar o exemplo, porque se a PN quer resgatar a ordem, esforço que a partir de Novembro está em marcha com a “Operação Resgate”, tem, de garantir que os seus homens são “ordeiros e disciplinados”

“Não queremos realizar uma operação com essas manchas no nosso seio. É preciso que cada um seja o vigilante do outro, é preciso que cada um identifique e denuncie aqueles que estão com comportamentos marginais no nosso seio. É preciso ganhar e resgatar a confiança da população à polícia nacional”, reforçou o comandante.

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Translate »