Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Saúde pública diagnostica 621 novos casos de HIV/SIDA no Luena

Seiscentos e 21 novos casos de HIV/SIDA foram diagnosticados no III trimestre deste ano, na província do Moxico, menos 51 em comparação a igual período anterior, indica uma nota do Departamento Provincial da Saúde Pública e Controlo de Endemias.

O município sede (Moxico), com 278 casos lidera a lista, seguido do Luau (214), Alto Zambeze (47), Bundas (46) e Cameia (19), tendo causado 30 mortes (+7).

Enquanto isso, 30 casos por agressões físicas foram assistidas no Banco de Urgência do Hospital Geral do Moxico (HGM), nos últimos 14 dias (+32), informou o chefe da área, Júlio Pedro Mendes, explicando que das vítimas, as mulheres lideram a lista, sendo o desentendimento entre os parceiros, por questões passionais (ciúmes) e o consumo excessivo de álcool, as principais causas.

Fez saber que no mesmo período, a unidade hospitalar registou 19 óbitos (-2) causadas por malária, broncopneumonia, malnutrição, hipotensão arterial, contusão cerebral, HIV/Sida e intoxicação alcoólica.

No período em análise, dois mil e 594 pacientes deram entrada na instituição, das quais mil e 516 adultos e mil e 78 crianças de ambos os sexos com diversas patologias, dos quais 140 transferidos para a pediatria, 82 na medicina, 19 cirurgia, 11 ortopedia e três para o bloco operatório.

As infecções respiratórias agudas com 271 (-80), seguido das doenças diarreicas agudas 228 (-126), malária 208 (+90), hipertensão arterial, 141, gastrite, 87, acidente de viação, oito e intoxicação alcoólica com quatro casos, foram as patologias mais frequentes no HGM.

Já no centro de saúde “Jesus Salva”, afecta a Igreja Evangélica dos Irmãos em Angola (IEIA), segundo o seu chefe de estatística, Mutunda Luseke, foram assistidas no mesmo período, 673 pacientes (+121).

A malária com 133 (-21) liderou a lista dos casos atendidos, seguido das infecções respiratórias agudas, 101 (+31), febre tifóide, 43 (+15), doenças diarreicas agudas, 33 (+9), hipertensão arterial 23 (+1), traumatismo 23, gastrites, 18 e varicela, sete casos.

A instituição humanitária assistiu também 149 pacientes em consultas pré-natais, internou 20, 19 tiveram alta por melhorias e 10 transferidos para outras unidades hospitalares de referência. (Angop)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »