Smiley face

Ministra da Educação aponta erros na monodocência

0 170

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

A aplicação da monodocência no sistema educativo angolano foi considerado, na terça-feira, em Luanda, pela ministra da Educação, Cândida Teixeira, como um erro, pelo facto de não terem sido preparados os quadros para o efeito.

A monodocência foi implementada no sistema da educação em 2011, fruto da reforma educativa.

O sistema da monodocência é assegurado por um único professor em todas as disciplinas da 1ª classe a 6ª classe.

A 5ª e a 6ª classes têm nove disciplinas que, em princípio, devem ser asseguradas pelo mesmo professor.

A ministra, que falava na terça-feira durante a apresentação da proposta do Orçamento Geral de Estado 2019, fez saber que o pelouro está a efectuar um levantamento para posteriormente encontrar-se soluções que concorram para se reverter o quadro.

Cândida Teixeira reconheceu que os Magistérios Primários criados pelo ministro cessante são uma das soluções para se atingir os objectivos preconizados com a entrada em cena da reforma educativa.

No actual sistema educativo, a 5ª e 6ª classe representam o fim do ensino primário, enquanto no sistema antigo era o início do ensino secundário. (Angop)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Translate »