Smiley face

Modelos da Hadja Models incentivados a realizar autoexame da cancro da mama

0 23

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Cerca de 20 modelos da Agência Hadja Models foram instruídas e incentivadas a realizarem mensalmente o auto-exame do cancro da mama, que é considerada como um problema de saúde pública, revelou a médica, Roselena João, quando falava à uma plateia composta, maioritariamente, por adolescentes que avidamente mostraram as suas preocupações e foram atentamente aconselhadas pelos técnicos de saúde.

O evento enquadrou-se no âmbito da responsabilidade social, e a preocupação permanente do bem-estar dos seus profissionais, da Agência Hadja Models em parceria com a Kyamata aproveitaram a ocasião para oferecer ao Centro de Oncologia de Angola material gastável e algumas centenas de água mineral.

O cancro da mama é um problema de saúde pública, apesar de não ser dos mais letais, têm uma alta incidência e uma alta mortalidade, sobretudo na mulher (apenas 1 em cada 100 cancros se desenvolvem no homem).

São conhecidos alguns factores de risco para o cancro da mama, muito associados aos estilos de vida e às características reprodutivas inerentes à vida moderna e ocidentalizada. De notar que há entre 5 a 10% dos cancros da mama diagnosticados que aparentam características genéticas e hereditárias que, caso sejam confirmadas, obrigam a um acompanhamento mais precoce e cuidadoso das familiares.

A grande dificuldade em diminuir a prevalência dos factores de risco para o cancro da mama justificam uma prevenção secundária, isto é, que sejam concretizados procedimentos e atitudes de um diagnóstico o mais precoce possível das lesões malignas. Eles incluem o controlo rigoroso e periódico por mamografia e, quando adequado, ecografia, recorrendo ao aconselhamento pela Médica Assistente, sobretudo a partir dos 40-45 anos.

(Nota enviada à nossa redacção com pedido de publicação)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Translate »