Portal de Angola
Informação ao minuto

Governo espanhol anuncia acções legais após o voto no Parlamento catalão

(afp)

O presidente do governo espanhol, Pedro Sánchez, disse nesta quinta-feira (11) que seu Executivo tomará medidas legais depois que o Parlamento catalão aprovou uma resolução que condena o rei Felipe VI e pede a abolição da monarquia.

Os partidos separatistas e a formação de esquerda e anti-independentista “En Comú Podem” votaram a favor da resolução, que condena a “intervenção (do monarca) no conflito catalão” e pede “a abolição de uma instituição caduca e antidemocrática como é a monarquia”.

A figura do rei Felipe VI provoca divisão na Catalunha desde o discurso que pronunciou em Outubro de 2017 denunciando a tentativa de secessão desta região do nordeste da Espanha.

Até agora, Pedro Sánchez tem actuado com cuidado no que se refere à Catalunha, enquanto negocia com o presidente regional, Quim Torra, para tentar acalmar a situação após os acontecimentos do passado.

Nesta quinta, entretanto, classificou em um tuíte de “inadmissível a resolução votada esta tarde no Parlamento da Catalunha que pretende rechaçar e condenar o chefe de Estado”.

“Este governo adoptará as medidas legais a seu alcance em defesa da legalidade, da Constituição, das instituições do Estado”, acrescentou, sem especificar quais serão as medidas.

Em um comunicado, o governo espanhol acrescentou que a resolução “é produto da deriva dos grupos separatistas que, inexplicavelmente, contaram com o apoio de outro grupo parlamentar”.

E considerou uma “irresponsabilidade (…) utilizar as instituições catalãs para incentivar o conflito e não para servir aos interesses gerais de todos os catalães”. (Afp)

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »