Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

China dá 300 milhões à Corporação Financeira de África para investimentos no continente

Segundo comunicado anunciado esta quinta-feira, o investimento vai “abrir outras hipóteses de financiamento e relações com as entidades privadas e públicas chinesas” ao continente africano.

A Corporação Financeira de África (AFC) acordou com o Banco de Exportações e Importações da China (BEIC) um empréstimo de 300 milhões de dólares (cerca de 260 milhões de euros) para financiar o desenvolvimento de projectos no continente africano, foi esta quinta-feira anunciado.

“A disponibilização deste instrumento financeiro do BEIC marca a entrada da AFC na China, que demonstra o foco estratégico da AFC em construir uma coligação variada de investidores para diversificar as actividades de financiamento de forma a incluir todas as fontes de capital institucional na Ásia, além dos parceiros actuais na Europa e na América do Norte”, lê-se num comunicado.

A AFC é uma instituição financeira multilateral, à semelhança do Banco Africano de Desenvolvimento e do Banco Africano de Exportações e Importações (Afreximbank), com sede em Abuja e detida maioritariamente pelo banco central da Nigéria, tendo como parceiros algumas das principais instituições financeiras mundiais, de acordo com a informação no seu site.

“Além da liquidez a médio prazo, este instrumento financeiro vai aumentar o financiamento contingente, que é particularmente importante para a gestão de riscos de liquidez, bem como abrir outras hipóteses de financiamento e relações com as entidades privadas e públicas chinesas”, acrescenta o comunicado.

“Nas últimas duas décadas, a China passou de um investidor relativamente pequeno para um dos maiores parceiros comerciais de África hoje [quinta-feira]”, disse o presidente da AFC, Samaila Zubairu.

A China é um dos maiores parceiros comerciais de África e no último Fórum de Cooperação China-África, em setembro, o gigante asiático anunciou uma meta de 60 mil milhões de dólares em ajuda ao investimento e empréstimos a África. (Observador)

por Lusa

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »