Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Moçambique. Urnas fecharam numa votação com incidentes pontuais

Cerca de quatro milhões de eleitores estavam registados para escolher presidentes dos 53 municípios moçambicanos e respectivos membros de assembleias. Resultados provisórios conhecidos na quarta-feira.

As urnas para as eleições autárquicas fecharam às 18 horas em Moçambique (menos uma hora em Lisboa), numa votação que registou incidentes pontuais, de acordo com a informação recolhida pela Lusa.

A polícia antimotim moçambicana lançou gás lacrimogéneo perto de uma assembleia de voto para dispersar uma multidão que, durante a tarde, tentou atacar a casa de um dirigente político em Nampula, maior cidade do norte de Moçambique, disseram testemunhas à Lusa. O incidente aconteceu depois de surgirem rumores sobre uma contagem paralela numa habitação junto à Escola Primária de Pea, no Bairro da Rex, mas a situação voltou à normalidade depois da intervenção da polícia.

A coligação de organizações não-governamentais (ONG) Votar Moçambique anunciou a detenção de dois presidentes de mesa de voto, apanhados em flagrante com boletins de voto extra, em Massinga, sul do país, e na Ilha de Moçambique, no norte. Casos semelhantes foram relatados por observadores daquela plataforma em Angoche (norte) e Maganja da Costa (centro).

A coligação Votar Moçambique denunciou ainda casos de eleitores impedidos de votar em vários municípios e a ocorrência de diversos ilícitos eleitorais, mas atribuiu essas situações a “razões técnicas e ignorância da lei”, afastando a hipótese de fraude organizada e generalizada.

Cerca de quatro milhões de eleitores estavam registados para escolher presidentes dos 53 municípios moçambicanos e respectivos membros de assembleias. O director-geral do Secretariado Técnico de Administração Eleitoral (STAE) moçambicano anunciou que os resultados provisórios das eleições autárquicas deverão ser conhecidos na quarta-feira. (Observador)

por Lusa

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »