Polícia do Zimbabué invoca surto de cólera para travar protestos

0 11

Movimento dos trabalhadores tinha protesto marcado contra nova taxa. Autoridades locais acusadas de aplicarem recomendações de forma selectiva.

O Zimbabué, a braços com um surto de cólera, tem vivido semanas de tensão política e protestos. Agora, os dois momentos que marcam a actualidade no país surgem juntos, numa decisão que está a gerar polémica.

Conta a Reuters que a polícia local decidiu proibir protestos que estavam marcados contra a introdução de uma nova taxa.

Os protestos estavam a cargo do movimento de trabalhadores do país. A polícia justificou a proibição citando as recomendações das autoridades de saúde locais, que desaconselham ajuntamentos de multidões numa altura em que o Zimbabué está a braços com um surto de cólera.

A oposição, porém, acusa a polícia de estar a aplicar as recomendações de forma selectiva, já que os apoiantes do presidente Emmerson Mnangagwa (na imagem) foram autorizados a organizar comícios, ao contrário do que aconteceu com este protesto dos trabalhadores. (Notícias ao Minuto)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Translate »