Smiley face

Cerâmica abandonada nos arredores de Luanda

0 38

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Uma cerâmica localizada na comuna de Cassoneca, município de Icolo e Bengo, a 60 quilómetros de Luanda, foi abandonada pelos seus proprietários há cerca de cinco anos.

Segundo o administrador de Icolo e Bengo, Noivito Agostinho Pedro, a administração não tem nenhum registo sobre os proprietários do empreendimento, que fica a cerca de três quilómetros da Estrada Nacional 230.
A administração, disse Noivito Pedro, está a fazer diligências para localizar os proprietários da cerâmica, cujos equipamentos comprovam que nunca funcionou.

“Comunicámos às instâncias superiores da existência dessa infra-estrutura”, frisou Noivito Agostinho Pedro, no cargo desde Abril deste ano.

Em declarações à Televisão Pública de Angola, o administrador de Icolo e Bengo informou, citando dados recolhidos na população, a existência de um corpo de segurança que também abandonou o local há cerca de um ano.

Segundo cálculos da administração, que localizou a fábrica através de denúncias da população, depois de uma visita de Noivito Agostinho Pedro, o empreendimento vale cerca de dez milhões de dólares, o equivalente a mais de dois mil milhões de kwanzas.

“É muito dinheiro que está aqui atirado, que podia servir para o benefício da população, essencialmente os jovens que podiam encontrar aqui o seu emprego”, sublinhou Noivito Pedro. (Jornal de Angola)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Translate »