Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Brasil/Eleições: Uma em cada cinco pessoas não votou na primeira volta das presidenciais

Um em cada cinco brasileiros não votou na primeira volta das eleições presidenciais do Brasil realizadas no último domingo, apesar do voto ser obrigatório no país, informou hoje o Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Ao todo, 29,9 milhões de brasileiros não comparecerem às urnas para eleger um novo Presidente, o que resultou numa taxa de abstenção de 20,3%, a mais elevada desde as eleições de 2002.

O estado brasileiro de Mato Grosso, localizado no centro-oeste do país e um dos maiores em território, registou a maior proporção de eleitores que não compareceram às urnas (24,5%).

Em Roraima, estado que fica no extremo norte do Brasil, foi registada a menor taxa de abstenção (13,8%).

Em termos absolutos, São Paulo, o estado mais rico e populoso do país, teve o maior número de eleitores que não votou (21,5%), ou um total de 7.108.863 pessoas.

De acordo com a Justiça eleitoral, o voto em branco nas presidenciais foi de 2,7%, e os votos nulos 6,1%.

Os eleitores que não votaram têm que justificar a ausência no prazo de 60 dias, a partir da data da primeira volta. A justificação é analisada por um juiz eleitoral.

Caso a ausência não seja justificada, ou se o juiz não aceitar a justificação, o eleitor tem de pagar uma multa 3,61 reais (81 cêntimos de euro) por votação em que não compareceu. Os brasileiros que deixam de votar em três atos consecutivos ficam tem seu título eleitoral cancelado.

A eleição do próximo Presidente do Brasil vai ser decidida na segunda volta, no dia 28 deste mês, já que nenhum candidato alcançou mais de 50% dos votos válidos.

O candidato de extrema-direita Jair Bolsonaro do Partido Social Liberal (PSL) recebeu 46,05% dos votos válidos e vai enfrentar Fernando Haddad do Partido dos Trabalhadores (PT), com 29,25% dos votos válidos. (Diário de Notícias)

por Lusa

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »