Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Novo terminal de passageiros do Lobito em funcionamento

Um terminal rodoviário da empresa de transportes públicos Rosalina Express, com a capacidade para atender 600 passageiros por hora, entrou em funcionamento neste sábado, na cidade do Lobito, província de Benguela, com nove táxis e quatro autocarros.

Localizado nas proximidades do mercado paralelo do Compão, a infra-estrutura criou oito novos postos de trabalho e destina-se, inicialmente, para serviços de táxis na rota intra-urbana, vulgo “Voltas” (dentro do Lobito), com tarifa de 50 kwanzas, ou “Express”, rota inter-municipal Lobito/Benguela, ao preço de 200 kwanzas.

Posteriormente, segundo Edgar Oseias, administrador executivo da companhia Rosalina Express, o terminal ora inaugurado poderá servir de ponto de partida para viagens de autocarros na linha inter-provincial, tendo como destino prioritário Luanda, Cuito (Bié) e Lubango (Huíla).

Garantiu condições para que haja rapidez no embarque e desembarque de passageiros no novo terminal, que permitirá também o transporte de cargas ligeiras, uma vez que a infra-estrutura está junto a um mercado informal.

A fonte explicou que o projecto de construção do terminal está incluído num amplo pacote de investimentos na ordem dos 15 milhões de dólares norte-americanos, a ser executado no período de 2017-2022, para fazer face às exigências deste segmento de mercado.

Destacou ainda o pacote “Voltas Sem Pagar”, que há cinco anos a Rosalina Express oferece a pessoas da terceira idade no Lobito, Catumbela e Benguela, onde opera mediante a aquisição de um passe vitalício de viagem de táxi por parte do beneficiário.

Já o director do Gabinete Provincial dos Transportes de Benguela, André Ricardo, que testemunhou a cerimónia, ressaltou a importância do novo terminal rodoviário, visto que tem condições para dignificar os passageiros de táxi de e para o Lobito.

“Esses investimentos são necessários no sector dos transportes, a fim de que os usuários tenham um atendimento de qualidade a nível dos operadores”, disse.

Acto idêntico aconteceu também sábado no bairro 11 de Novembro, arredores da cidade de Benguela, onde abriu um terminal para 800 passageiros por hora. Doravante, a companhia passa a contar com sete infra-estruturas do género, entre Lobito (três), Catumbela (dois) e Benguela (dois).

Actualmente, a empresa, que emprega mais de 300 funcionários, tem uma frota de 120 viaturas no activo, entre veículos ligeiros para táxis e autocarros de 40 lugares.

Diariamente são transportados pelo menos 16 mil passageiros, através do serviço de rádio táxi, inter-urbano e inter-provincial, na rota Lobito/Huambo. Nesta última, o bilhete custa 3.950 kwanzas. (Angop)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »