Smiley face

Presidente timorense diz que pobreza extrema trava democracia no país

0 23

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

O Presidente de Timor-Leste afirmou esta quarta-feira que a sociedade timorense só será democrática quando acabar a pobreza extrema, recordando que foi toda a população e não apenas uma elite que permitiu que vingassem os ideais da independência. Especialistas nacionais e estrangeiros estão reunidos em Díli para analisar os progressos democráticos de Timor-Leste.

“Enquanto houver cidadãos vivendo em extrema pobreza, enquanto persistirem desigualdades sociais, a nossa sociedade não pode ser democrática. A extrema pobreza não coabita com a democracia porque colide com valores importantes, tais como: a dignidade e a decência humanas”, disse Francisco Guterres Lu-Olo.

O Presidente intervinha no Auditório do Ministério das Finanças, em Díli, na abertura de uma conferência organizada pelo Parlamento Nacional para assinalar o 21º aniversário da Declaração Universal sobre a Democracia, documento assinado no Cairo por 128 países.

Para Lu-Olo, o Estado tem que dar prioridade ao “combate contra a pobreza, pela decência humana, pela dignidade e pelo respeito dos direitos humanos”.

“O nosso povo está recetivo a exercer o seu poder político desde que o Estado lhe ofereça as condições propícias”, disse.

Na intervenção, Lu-Olo disse que Timor-Leste precisa de uma liderança “capaz de corresponder” aos desafios do país e, em concreto, líderes que saibam inspirar, que sejam modelos, que saibam comportar-se como vultos tutelares dos grandes valores da democracia”.

Motivo pelo qual apelou aos “líderes dos partidos e coligações, especialmente os que foram eleitos, assim como aos governantes” para que encontrem “formas mais efetivas de comunicação” com o povo, inclusive com iniciativas de democracia parlamentar participativa. (Sapo 24)

por Lusa

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Translate »