Smiley face

Elon Musk destituído da presidência da Tesla e multado em 20 milhões

0 36

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Em causa um tweet que o empresário fez e que levou a autoridade bolsista dos Estados Unidos da América a agir.

Elon Musk foi acusado pela autoridade bolsista dos Estados Unidos da América de fraude depois de ter feito uma publicação na sua página do Twitter na qual garantia que a Tesla iria sair da bolsa e que até já tinha financiamento para comprar as acções cotadas a 420 dólares por acção, um valor bastante elevado.

Nesta senda, e porque as acções da empresa valorizaram substancialmente, o regulador (SEC, na sigla em inglês), apresentou uma queixa no Tribunal do Distrito de Manhattan contra Elon Musk, pedindo a sua destituição do cargo de chairman da empresa.

Este sábado foi conhecida a decisão do tribunal após um acordo com o empresário: Elon Musk tem 45 dias para deixar de ser o chairman da empresa, sanção que durará três anos.

Mais. O empresário terá ainda de pagar ao regulador uma multa de 20 milhões de dólares. No entanto, o acordo prevê que Elon Musk possa ser o CEO da Tesla. (Notícias ao Minuto)

por Patrícia Martins Carvalho

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Translate »