Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Cuando Cubango: Resultados económicos no turismo dependem da recuperação das estradas

As potencialidades turísticas do Cuando Cubango só poderão trazer resultados económicos a médio e longo prazo, quando a província dispor de uma malha rodoviária completa e integrada, segundo o director da Escola Superior de Hotelaria e Turismo afecta à Universidade Cuito Cuanavale.

José Eduardo Ezequias, que intervinha nesta sexta-feira na abertura das III Jornadas Científicas promovidas pela Instituição que dirige, indicou ser necessário que se invista na recuperação dos tecidos básicos instalados nas vias, para que se obtenham bons resultados,

Disse augurar que as instituições competentes, no âmbito dos programas de Investimentos Públicos, construam infraestruturas de raiz para possibilitar um funcionamento cabal da sua missão, em termos de turismo.

Referiu que ao longo dos dois últimos anos a comunidade académica desenvolveu vários estudos sobre o turismo e a sua implicação no desenvolvimento local, bem como a existência de numerosos recursos faunísticos, culturais e históricos da província do Cuando Cubango.

José Eduardo Ezequias reconheceu as insuficiências da sua instituição, consubstanciadas, sobretudo, na falta de livros, laboratórios e viaturas de apoio ao serviço, mas que a escola vai continuar a primar pela excelência no processo de ensino de qualidade, pelo que incentivou os estudantes ao espírito investigativo e à cultura académica.

Participaram do evento, 20 prelectores e 30 moderadores, em que se destacam os das Universidades Agostinho Neto e José Eduardo dos Santos, bem como dos Institutos Superior de Estudos de Ciências Sociais, médio de Administração e Gestão e da Academia anfitriã.

As jornadas decorreram no âmbito da II semana Científica de Hotelaria e Turismo. A escola controla actualmente 257 estudantes matriculados, 15 docentes dos quais nove cubanos e seis angolanos.

Temas como “ecossistema e preservação do meio ambiente”, “multicultura, ensino e diversidade no turismo”, “caracterização turística da província do Cuando Cubango na época do turismo de natureza” e “economia do turismo e tecnologia”, dominaram as sessões. (Angop)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »