Smiley face

Tribunal da Lunda Norte inicia julgamento de homicida que matou a esposa

0 30

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

O Tribunal Provincial da Lunda norte iniciou quinta-feira, no Dundo, ao julgamento do cidadão Vando Manuel Cambinda, acusado de homicídio da própria esposa, que em vida se chamou Dílvia Francisco Cambinda.

O facto, considerado de “querela”, ocorreu no passado dia 23 de Maio, na Nova Centralidade do Dundo, e decorre sob o processo 356-C/18, no Auditório da Escola Superior Pedagógica da Lunda Norte (ESPLN) devido a concorrência e exiguidade de espaço nas Instalações do Tribunal local, segundo deu a conhecer o porta-voz da Instituição, Agostinho Châhua.

O arguido, de 33 anos, responde pelos crimes de homicídio qualificado, violência doméstica e fogo posto afirmou o titular do Ministério Público na Lunda Norte, António Hespanhol.

O magistrado, que recorre aos preceitos da Constituição, propõe aplicação da pena máxima, por consumação de uma vida humana.

A vítima, médica de profissão e casada de 30 anos, trabalhava no Departamento Provincial da Saúde Pública.

No entanto, o juíz da causa, Jacinto Fortunato Feijó, anunciou a leitura da sentença para o próximo dia cinco de Outubro. (Angop)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Translate »