Radio Calema
InicioEconomiaNamibe: Ministra quer Turismo mais robusto

Namibe: Ministra quer Turismo mais robusto

Transformar o Ministério de Hotelaria e Turismo em uma ferramenta dinâmica capaz de contribuir para a diversificação de economia e criação de postos de trabalho são os desafios da instituição, segundo a titular, Ângela Bragança.

Ao falar na cerimónia de encerramento do fórum regional do sector, realizada na cidade de Mocâmedes, no âmbito das comemorações do acto central do dia do turismo, disse que a comercialização deve ser uma realidade em toda a cadeia, desde o artesanato, os serviços de restauração e de campismo.

Ângela Bragança afirmou que o Ministério pretende conscientizar, alertar as autoridades e população em geral para uma realidade nacional, seus pontos fortes, fracos, oportunidades e perspectivas, sobretudo, na utilidade onde os avanços tecnológicos ganham espaço e revolucionam a maneira de fazer o turismo.

Disse ser necessário actuar com visão estratégica, dinamismo, eficiência de forma coordenada, consertada e focada nos resultados. “Agir no sentido de fazer o Turismo para incluir, interagir e buscar resultados que têm impacto na economia e, consequentemente, na vida das populações”.

Acrescentou ser importante a utilização das novas ferramentas para maior aproximação dos turistas, motivando-os a visitar os produtos, conhecer a cultura e o seu o povo.

Reconheceu que nem tudo no sector está perfeito e anunciou a realização, ainda este ano, da 1ª reunião do conselho nacional de facilitação do turismo, e da 2ª reunião de condição multissectorial visando proporcionar bases para corrigir os erros, alinhar as perspectivas e direccionar a actividade.

Assinalado quinta-feira (27), o dia do turiamo foi celebrado sob o lema “O turismo e a transformação digital”. (Angop)

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.