Smiley face

Mulher do triatleta português suspeita de homicídio qualificado e profanação de cadáver

0 26

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Suspeita do homicídio e o cúmplice serão ouvidos amanhã por um juiz de instrução que irá determinar as medidas de coação.

A mulher do triatleta Luís Grilo terá assassinado o marido um dia antes de alertar as autoridades sobre o seu desaparecimento.

A PJ apurou que o crime terá ocorrido no passado dia 15 de julho, tendo a vítima sido atingida por um disparo de arma de fogo na caixa craniana, o qual lhe terá provocado a morte. “No dia seguinte, a ora detida, cônjuge da vítima, participou o seu desaparecimento às autoridades, supostamente após se ter ausentado da residência comum para efetuar um treino de ciclismo”, revela a Polícia Judiciária.

Rosa Grilo atuou juntamente com um cúmplice que também foi detido esta quarta-feira. Ambos são suspeitos dos crimes de homicídio qualificado, profanação de cadáver e detenção de arma proibida. (Expresso)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Translate »