Radio Calema
InicioAngolaPolíticaKangamba avisa: Não vou permitir perseguições para destruir militantes e o partido

Kangamba avisa: Não vou permitir perseguições para destruir militantes e o partido

O general na reserva Bento dos Santos Kangamba disse hoje, 27 de Setembro, que não permitirá “perseguição” a membros do partido no poder em Angola.

Falando à Voz da América e reagindo às recentes prisões de figuras proeminentes, como o filho do ex-presidente Eduardo dos Santos, José Filomeno dos Santos, Kangamba disse não opor-se a investigações desde que estas sejam baseadas em processos

Se houver processos, disse, não há perseguição.

“Se não houver processo, se há perseguição, não vamos deixar”, disse Kangamba. acrescentando contudo que “quem tem processo-crime pode responder”.

“Quando são coisas que nada têm a ver com o bem da sociedade e visam destruir o partido, destruir militantes, não vamos deixar”, disse Kangamba, que tem ligações familiares com o ex-Presidente Eduardo dos Santos.

O general na reserva afimrou que ele próprio está preparado para fazer face a acusações desde que haja “factos” mas avisou que ele não é “qualquer tipo de pessoa”.

“Sou uma pessoa que tenho massa associativa e que tenho povo não sou qualquer mosquito ou mosca”.

“Para mexerem no Bento Kangamba têm que ter factos.” (Voa)

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.